A Embraer de Botucatu homenageou o falecido empresário, José Carlos Neiva, pioneiro da indústria aeronáutica brasileira e fundador da “Indústria Aeronáutica Neiva”, uma das mais antigas fabricas de aviões do Brasil, que foi adquirida pela Embraer nos anos 1980.
A Aeronáutica Neiva foi criada no Rio de Janeiro e dois anos depois transfere sua produção para Botucatu. A Indústria Neiva foi incorporada pela Embraer quando tinha 52 anos de pesquisa e produção. A cerimônia de homenagem aconteceu no ultimo dia 7 de dezembro, com a inauguração de um busto e denominação de um auditório da empresa.
“É muito importante o trabalho desenvolvido na Embraer de Botucatu, pois dá continuidade ao trabalho que meu pai iniciou, mas que ele não fez sozinho. Ele fez montando uma equipe que conseguiu essa Indústria nos anos 50 e 60 e que até hoje tem uma marca de equipe forte, unida e afinada. Isso me deixa muito feliz”, relatou Antonio Carlos de Barros Neiva, filho de José Carlos Neiva.
Poucos sabem, mas em Botucatu foi produzido os primeiros treinadores nacionais de pilotos da Força Aérea Brasileira, o famoso Neiva T 25 Universal, ainda hoje sendo utilizado em bases da Aeronáutica em diversos pontos do Brasil, inclusive em Pirassununga.
Antes do SuperTucano ser incorporado na Esquadrilha da Fumaça, eram os ‘T25’ quem alegravam as apresentações dessa unidade de demonstração da FAB. A Neiva fabricou e entregou 150 aviões desse modelo em sua filial de São José dos Campos.

(com assessoria)