Reunião que definiu a contratação de médicos do Hospital das Clinicas pela Faculdade de Medicina como docentes|Foto Divulgação

O superintendente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), Dr. André Balbi, iniciou nesta semana a entrega dos ofícios que autorizam os primeiros médicos do HCFMB a atuarem como médicos-docentes nos departamentos da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB).

Não foi revelado na nota divulgada à imprensa como será feito o pagamento desses ‘novos’ docentes e se enfermeiros e outros profissionais serão enquadrados na mesma situação. Muitos profissionais que dão atendimento no PS são médicos contratados pela Famesp-Secretraria de Estado da Saúde.

No passado, a Estadualização do Hospital das Clinicas foi uma situação encontrada pelos antigos gestores para reduzir o custo operacional da Faculdade de Medicina e seu Hospital de Clinicas, agora sob gestão da Famesp e Secretaria de Saúde do Estado.

A maioria dos médicos, vinculados à Unesp através da Faculdade de Medicina de Botucatu, são titulados como doutores ou livre-docentes, já com grande experiência prévia em ensino e pesquisa, além da atuação na assistência do HC. A autorização, entregue nesta semana, viabiliza que esses médicos atuem como docentes dos departamentos que escolheram na FMB.

Dr. André Balbi comentou a escolha dos médicos para a entrega dos ofícios. “Os médicos presentes representam muito bem toda a categoria pelo comprometimento que sempre tiveram com o HC, tanto em sua atuação na Diretoria Clínica, como os doutores Jorge Nahás e Marcello Felicio; quanto na comissão que iniciou este processo, que contou com Dra. Grasiela e também com Dr. Marcello”, explicou.

A aprovação desse projeto pelo Conselho do HCFMB e pela Congregação da FMB garante a participação voluntária, mas ativa, desses profissionais no ensino e na pesquisa da FMB, mantendo toda a assistência que sempre prestaram ao HC. A qualquer momento, novos médicos vinculados à Unesp podem solicitar a mudança. Entretanto, a cada três anos, todos serão avaliados por uma comissão independente, assim como acontece com os docentes da FMB.

O diretor da FMB, professor Pasqual Barretti agradeceu a iniciativa do superintendente do HCFMB, reconhecendo a grande contribuição desses profissionais com a FMB. “Admiro a dedicação e competência de vocês, e tenho certeza que a FMB os recebe de braços abertos. Parabéns a todos os envolvidos neste processo”, colocou.

Balbi comemorou a ocasião. “Estamos aqui para consolidar um projeto que considero uma vitória coletiva incontestável, que os reconhece e valoriza como médicos que já atuavam como verdadeiros docentes. Tenho certeza que todos saíram ganhando com essa iniciativa”, finalizou.

(com assessoria)