LEIA TAMBÉM

PARDINI GERENCIOU CRISE DE ABASTECIMENTO EM BOTUCATU

O Prefeito Mário Pardini e o Secretário Municipal de Infraestrutura e Vice-Prefeito, André Peres, estiveram na sede da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, para tratar da construção de uma barragem no Rio Pardo, região da Cachoeira Véu da Noiva.
A nova represa tem o objetivo de garantir o abastecimento de água para o Município de Botucatu, no futuro.
“Essa reunião foi muito importante e saio daqui com uma alegria imensa em notar o empenho do Secretário Dr. Benedito Braga em dar andamento nesse projeto. Tivemos a informação de que em vinte dias teremos nas mãos a outorga dessa obra, que é o passo mais importante para conseguirmos o licenciamento ambiental”, comemorou Pardini.
Agora, além do licenciamento ambiental, o Executivo busca recursos para a obra, orçada em aproximadamente R$ 40 milhões.
“Não me preocupo em entregar essa obra durante meu mandato, mas ela precisa sair do papel. Vamos alagar uma área aproximada de 80 alqueires e ter uma vazão de mil litros de água por segundo, o que afastaria qualquer risco de faltar água para Botucatu nos próximos 40 anos”, explicou o Prefeito.
Pardini e Peres foram recebidos pelo Secretário Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos e Presidente do Conselho de Administração da Sabesp, Benedito Braga.
Ainda participaram da reunião, o Superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), Ricardo Daruiz Borsari, e o ex-prefeito de Botucatu e atual Presidente do FDE (Fundo de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), João Cury.

PARDINI GERENCIOU CRISE DE ABASTECIMENTO EM BOTUCATU


No cargo de Superintendente da Sabesp, Pardini enfrentou com sucesso a pior crise hídrica da história do Estado de São Paulo, que atingiu a cidade de Botucatu, em 2014.
“Vamos beneficiar não só a população da cidade, mas também o homem do campo, ou seja, o agricultor, que sofreu em 2014 e 2015 com o a falta de água nos mananciais. Iremos atender com folga as indústrias, que também tiveram que reduzir a produção durante a crise hídrica, como foi o caso da Duratex, sem contar as novas condições de lazer e turismo para Botucatu, que serão criadas na região da represa”, explicou Pardini.
A presença do Ex-Prefeito João Cury foi importante para o fortalecimento das relações entre o Município e o Estado, consequentemente as tratativas para o projeto da nova represa.
“O João acreditou nesse sonho lá atrás, ele faz parte dessa história e não pode ficar fora desse processo”, finalizou o Prefeito de Botucatu.

(da assessoria)