Vendas no varejo crescem 1,3% no primeiro semestre de 2023
Vendas no varejo crescem 1,3% no primeiro semestre de 2023

O varejo nacional acumulou alta de 1,3% em vendas no primeiro semestre de 2023, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O crescimento foi observado em comparação ao primeiro semestre de 2022. Nos últimos 12 meses, a evolução foi de 0,9% em relação ao mesmo período anterior.

No comércio varejista ampliado, que inclui veículos, motos, partes e peças e material de construção, o volume de vendas em junho cresceu 1,2% frente a maio, na série com ajuste sazonal. Na série sem ajuste sazonal, o varejo ampliado cresceu 8,3% frente a junho de 2022. O acumulado no ano foi a 4,0% e o acumulado em 12 meses, a 1,1%.

Para aproveitar o momento aquecido do setor, algumas empresas apostam em inovação e tecnologia. As ferramentas de Gestão de Força de Trabalho (Workforce Management, WFM na sigla em inglês), neste sentido, podem ser usadas como uma opção para varejistas, com o objetivo de aumento de vendas.

“O uso de uma ferramenta de WFM permite preparar o dia-dia de uma loja com o objetivo de organizar e planejar as pessoas conforme a real necessidade”, explica Fernando Zucki, Diretor de Mercado da WYNTAYLOR, empresa de tecnologia da informação com foco em Workforce Optimization. “Existir hora correta para organizar a loja e outra para focar em vendas é fundamental para potencializar um bom resultado e otimizar sua força de trabalho”.

Vale ressaltar que o WFM não se concentra apenas no desempenho e na programação dos funcionários, mas também determina como as empresas devem investir em seus funcionários.  Uma boa implementação da solução envolve treinamentos on-line e supervisão para garantir que os agentes estejam familiarizados com as habilidades que devem exercer para cumprir suas funções. 

Segundo Zucki, boa estratégia de gestão de força de trabalho envolve conhecer bem o seu negócio e saber usar os dados como histórico de vendas, datas especiais, sazonalidades a favor de um bom planejamento. 

Levando em consideração o alto número das vendas no varejo, o profissional pontua que “é crucial ter a equipe como ‘centro’ do seu negócio e saber valorizar as competências de cada colaborador, explorar sua produtividade ao máximo”, completa o Diretor de mercado.

Além disso, Endrigo Duarte, Diretor comercial da SISQUAL® WFM, explica que quando a força de trabalho é realocada de forma eficiente para atender às necessidades operacionais, é possível controlar os gastos com mão de obra e promover uma resposta ágil às demandas em constante mudança, tornando o WFM um ferramenta com um ROI (Retorno Sobre o Investimento) notável.

Para saber mais, basta acessar: www.sisqualwfm.com