Empresas apostam em Máquina de Vendas digital
Empresas apostam em Máquina de Vendas digital

Em um mercado cada vez mais competitivo, conquistar um novo cliente, por meio de uma venda de produto ou assinatura de serviço, não é uma tarefa simples. Buscando novos formatos de negócio e mais assertividade em ações, muitas empresas têm optado pela aplicação do conceito de Máquina de Vendas digital em seu dia a dia. Mas o que é isso?

Fazer uma Máquina de Vendas digital implica na criação de uma estrutura de processos e ações que sustentem um crescimento constante de leads qualificados (clientes prontos para comprar) que permitam que a empresa atinja o crescimento e receita previsível.

“Funciona mais ou menos assim: o marketing lidera a geração de oportunidades da empresa, e a equipe de vendas dirige e trata essas oportunidades para que o resultado esperado aconteça. Obviamente que ao falarmos sobre máquina de vendas, não estamos falando de transformar o seu negócio em algo automático”, conta Renata Elmor, especialista da BSales, empresa especializada em marketing digital.

Estratégias e objetivos

A Máquina de Vendas está apoiada no conceito de receitas previsíveis, que tem como objetivo aumentar o volume de clientes com potencial interesse pelo seu negócio. A primeira medida é gerar tráfego para a empresa, aumentando o conhecimento da marca e atraindo potenciais clientes.

“Em primeiro lugar, deve-se alinhar as estratégias de marketing e vendas. Sempre mensurando os resultados com a geração de leads. Esse é o ponto-chave. As otimizações dessa ação devem ser constantes e efetuadas por profissionais experientes, para se chegar ao resultado esperado”, explica Renata.

Outro sistema que pode ser útil é a utilização de um CRM de vendas. A ferramenta pode ajudar no tratamento dos leads gerados pelo marketing para que seja possível se aproximar dos prospects e transformá-los em oportunidades reais de vendas.

Como aplicar

Renata explica o passo a passo para transformar a empresa em uma máquina de vendas. “Vejo três momentos que devem ser seguidos. O primeiro é transformar a geração de leads em algo recorrente, sem isso não há como alavancar vendas. Depois, é preciso separar o joio do trigo, isto é, nem todo lead que chega é um potencial cliente. Então o responsável pelo tráfego pago precisa qualificar essa audiência, e fazer isso junto ao setor comercial”, detalha.

O terceiro passo é levar o lead ao setor de vendas da empresa. E é a partir dessa lista que a equipe de vendas irá prospectar os potenciais clientes e introduzi-los no processo comercial da sua empresa. 

“Nesse momento, a sua equipe de vendas vai fazer toda a diferença. É o treinamento e a capacidade do vendedor que vai ajudar a aumentar o índice de sucesso da sua empresa.

Para isso, é importante que o discurso comercial esteja alinhado, que os vendedores estejam prontos para tratar cada objeção como uma oportunidade e conduzir a venda ao fechamento”, conclui.

Para saber mais, basta acessar: www.bsales.com.br