Jovens arrecadam alimentos em prol dos Yanomami e do Litoral Norte de SP
Jovens arrecadam alimentos em prol dos Yanomami e do Litoral Norte de SP

Durante os meses de janeiro e fevereiro de 2023, dois fatos graves foram centro das notícias do país: a situação dos povos que vivem na Terra Indígena Yanomami e as fortes chuvas que atingiram o Litoral Norte de São Paulo. Em 20 de janeiro, o Ministério da Saúde decretou Emergência em Saúde Pública de importância nacional após encontrar centenas de pessoas em estado grave de desnutrição, com malária e infecções respiratórias. E em exato 1 mês, em 20 de fevereiro, o Governo Federal reconheceu o estado de calamidade pública em seis municípios da região do litoral norte de São Paulo. Com foco nessas duas ocorrências, os estudantes do Ensino Médio do Colégio Sigma promoveram duas campanhas que arrecadaram aproximadamente 600 kg de alimentos não perecíveis e 20 fardos de água mineral.

As iniciativas foram realizadas pelos jovens integrantes do projeto de voluntariado da escola, o Anjos do Sigma. Os itens angariados foram entregues à Central Única das Favelas (CUFA) e ao Corpo de Bombeiros Militar do DF, que fizeram a distribuição correta das doações. Eduardo de Almeida, coordenador do projeto na unidade de Águas Claras da escola, conta que os jovens participaram de todas as etapas das ações. “Nós divulgamos as ações nas redes sociais e contamos com o apoio do Grêmio Estudantil”, conta. “Eles trabalharam juntos exercendo o seu papel social enquanto cidadão e incentivando e conscientizando os colegas e familiares a ajudarem aqueles que mais precisam”, afirma.

Otávio Barreto, coordenador do projeto na unidade da Asa Norte, acrescenta que o projeto visa a formação do jovem para uma consciência cidadã. “Eles são protagonistas do processo e, com isso, podem levar essa experiência única para a sua vida pessoal”, afirma. Flávio Bueno, coordenador da iniciativa na unidade Asa Sul, concorda com o colega. “O Anjos promove um grande impacto na vida dos alunos, professores e famílias. Ele faz com que cada estudante tenha noção do seu papel como agente das transformações que o mundo necessita”, diz.

Próxima ação

A próxima campanha é a tradicional Páscoa dos Anjos, que visa arrecadar caixas de chocolates que serão entregues para a equipe de serviços gerais, segurança e afins da escola e para as crianças que são atendidas em uma creche em Ceilândia. A instituição atende cerca de 300 crianças em situação de vulnerabilidade social. “A arrecadação está a todo vapor! Acredito que vamos atingir a nossa meta até a próxima semana”, celebra Eduardo.

O Anjos do Sigma é um projeto de voluntariado realizado com os estudantes do Ensino Médio do Colégio Sigma há mais de 25 anos. Entre os aspectos mais significativos do trabalho estão fomentar, cultivar e estimular nos adolescentes um comportamento ético, o sentimento de responsabilidade social e a solidariedade. Ao longo do ano, os jovens promovem campanhas solidárias com o objetivo de arrecadar itens a serem doados para instituições parceiras. Além disso, eles também realizam visitas a creches, abrigos, hospitais e asilos em algumas datas pontuais. E a formação é contínua com oficinas, palestras, encontros temáticos semanais de conscientização sobre o papel de agente de transformação social de cada estudante. Em janeiro de 2023, durante as simulações que ocorreram nas universidades de Harvard (HMUN) e Yale (YMUN), nos Estados Unidos, a escola, por meio do projeto, recebeu menção honrosa como uma das instituições de referência no desenvolvimento de projetos de responsabilidade social.