Empresas de médio porte podem obter crédito no exterior
Empresas de médio porte podem obter crédito no exterior

Conforme dados do Banco Central do Brasil, em 2022, cerca de 50 mil empresas brasileiras de pequeno e médio porte obtiveram crédito em países estrangeiros, representando um aumento de 10% em comparação ao ano anterior. 

Os Estados Unidos são as principais nações que disponibilizam crédito às empresas brasileiras de pequeno e médio porte, principalmente via Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o qual possui um programa que oferece empréstimos com juros subsidiados e outros benefícios para ajudar as organizações brasileiras a se estabelecerem no país.

A Europa também se mostra com um destino importante destino para empresas brasileiras de pequeno e médio porte que buscam financiamento. O Banco Europeu de Investimento (BEI) oferece uma variedade de produtos financeiros para tais empresas, incluindo empréstimos, garantias e capital de giro. 

Entretanto, a disponibilidade de crédito demanda a observância de uma série de requisitos prévios, tanto para salvaguardar as empresas nacionais quanto as instituições estrangeiras que têm permissão para atender as empresas brasileiras.

“Primeiramente é realizada uma análise de elegibilidade no Brasil mediante a apresentação de documentos e garantia imobiliária, e então é feito um requerimento de crédito para internacionalização e submissão ao fundo escolhido. Para participar desse processo, a empresa deve ter um faturamento anual mínimo de  R$ 24 milhões”, explica Luciano Bravo, CEO da Inteligência Comercial e Country Manager da  Savel Capital Partners.

A fim de facilitar a inclusão do empresário neste processo, Bravo ressalta que é possível contar com empresas especializadas em consultoria para créditos estrangeiros. “Na IC, por exemplo, possuímos uma estrutura empresarial em Portugal, e a obtenção de crédito ocorre nos Estados Unidos. Todos os brasileiros com uma estrutura de empresa internacional são bem-vindos para buscar crédito nos EUA”, finaliza Bravo.

Para obter mais informações, basta acessar: www.inteligenciacomercial.com