Nomus é certificada GPTW por boas práticas de gestão de pessoas
Nomus é certificada GPTW por boas práticas de gestão de pessoas

Neste mês de julho, a desenvolvedora de sistema de gestão ERP para indústrias, Nomus, recebeu a certificação Great Place To Work (GPTW), que atesta a empresa através da sua metodologia aplicada em pesquisa interna junto aos colaboradores. A validação atribui um selo de reconhecimento a nível mundial quanto às práticas na gestão de pessoas realizada pela empresa de tecnologia. 

O certificado GPTW reconhece a cultura organizacional positiva e como um “bom ambiente de trabalho”. Para alcançar o selo de qualificação, foi realizada uma pesquisa de clima individual através das diretrizes GPTW, que considerou diversos fatores como feedback das lideranças, benefícios corporativos, interação entre a equipe e perspectiva de crescimento profissional, entre outros. Empresas de diferentes portes e mercados podem se aplicar para pleitear a certificação, que é concedida somente às que atenderem aos critérios de excelência exigidos.

A perspectiva dos funcionários é a base para atingir os parâmetros para o reconhecimento oficial GPTW nessa fase de certificação, pois há outras, como o ranking de “melhores empresas do país para trabalhar”. A respeito da visão como colaborador, para Hebert Ferreira, “tem sido uma jornada incrível de crescimento profissional e pessoal nesses últimos 10 anos. Construí relacionamentos sólidos e sinceros de amizade, adquiri conhecimento profundo em minha área e permitiram eu explorar meu potencial”.

“Sabíamos que para alcançar o objetivo de levar nossa solução para as pequenas e médias fábricas, além de desenvolvermos uma ferramenta robusta tecnicamente, precisaríamos de pessoas qualificadas e engajadas em servir a este propósito. Experimentamos muitas iniciativas para que pudéssemos pôr esse sonho em prática. Coisas que pudessem extrapolar a empresa em si e impactar positivamente na vida de cada um do time, em seus lares e na sociedade em geral. Agora estamos orgulhosos”, comentou o CEO da Nomus, Rafael Netto.