A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES) realizará a cerimônia de entrega do Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento PNQS – Ciclo 2023 no dia 21 de novembro, durante o Seminário de Benchmarking PNQS 2023, em Atibaia, SP. O prêmio é o único no mundo voltado à excelência de gestão do setor e é promovido pela ABES desde 1997 e tem como objetivo reconhecer as organizações da cadeia produtiva que se destacam neste âmbito.

Organizado pelo Comitê Nacional da Qualidade em Saneamento ABES (CNQA) desde a sua criação, em 26 anos de PNQS foram acumuladas grandes conquistas: mais de 700 candidaturas recebidas, com mais de 400 organizações candidatas reconhecidas e mais de 150 finalistas. No Ciclo 2023 candidataram-se 36 organizações, de todas as regiões brasileiras, que estão concorrendo nas categorias AMEGSA (As Melhores em Gestão no Saneamento Ambiental; principal premiação); SQFSA (Selo de Qualidade dos Fornecedores da Prestação de Serviços e Insumos de do Saneamento Ambiental); IGS (Inovação da Gestão em Saneamento Ambiental); PEOS (Prêmio de Eficiência Operacional em Saneamento Ambiental); e PGA (Prêmio de Gestão de Ativos no Saneamento Ambiental).

Samanta Souza, coordenadora geral do CNQA, ressalta que o PNQS se destaca como uma das diretrizes para a excelência na gestão do saneamento e vem ganhando mais notoriedade pelo momento que o setor vem vivendo no país. Reconhecido por sua complexidade e aspectos peculiares, o setor de saneamento é fundamental para a qualidade de vida de toda a população e hoje vem passando por situações de reconstrução a cada dia com os novos desafios impostos pela nova legislação de saneamento. “Um fator importante é que o PNQS se alinhou a esta nova legislação no que diz respeito a todos os aspectos benéficos do novo processo, incorporando inclusive tomadas de metodologias com a incorporação do ESG (compromissos ambientais, sociais e de governança) a todas as suas etapas de ciclo”, declara.

Para a coordenadora, esse aspecto faz com que haja, por parte de todas as organizações que se candidatam, assim como os fornecedores de saneamento, estímulo para que possam melhorar suas ações enquanto gestão na busca dessa excelência. “Desta forma, eles promovem, neste ambiente atual do setor de saneamento, toda uma articulação e, consequentemente, propiciam que estas entidades e organizações façam um fortalecimento em suas gestões, em seus processos organizacionais de governança, o que ajuda a promover toda uma estrutura de base muito alicerçada para que todos esses novos desafios, que vem acontecendo no setor, possam realmente estar sendo amparados dentro destes ambientes de excelência em gestão”, salienta.

Samanta informa que o PNQS é notadamente um prêmio único no setor e revestido de uma credibilidade efetiva, demonstrada pela quantidade de entidades e empresas que buscam participar anualmente dos ciclos de premiações. “O Ciclo 2023 vem mais forte”, ressalta e complementa: “é um ciclo que trouxe muitas novidades. Colocar o ESG em todas as categorias é um dos exemplos. Como consequência, o que nós, do CNQA, queremos é que se propague um processo de melhoria contínua de todos os serviços e atividades dessas organizações para atenderem ao foco principal do saneamento, que é cuidar das pessoas. A prevenção que o saneamento traz para a vida dos cidadãos é imprescindível e, portanto, o PNQS contribui significativamente para fortalecer esse fator, porque cuida da melhoria de todos os aspectos que envolvem o desenvolvimento da qualidade para serviços eficientes dentro das organizações”.

Em consenso com as observações de Samanta, segundo Josivan Cardoso, secretário geral do CNQA, o PNQS é o ponto de encontro entre todos os atores que atuam no setor de saneamento, e que buscam a cada momento evoluir em gestão de excelência, e permanecer nesta excelência. “Isso certamente é exigido por parte desses ‘atores’, pois eles sabem que uma gestão e uma governança adequada repercutem na eficiência de seus serviços e, com isso, levam à sociedade o atendimento que é necessário”, comenta.

Para Cardoso, a cada ciclo anual o PNQS vem contribuindo por meio de suas atividades e de todos que dele participam para a universalização dos serviços de saneamento, premissa básica para a melhoria da qualidade de vida da população.

Neste âmbito, Ana Malateaux, coordenadora adjunta do CNQA, avalia que o PNQS vem desenvolvendo modelos que promovem todos os atores envolvidos no sistema de integração de saneamento para atender aos princípios técnicos na busca da excelência em gestão. “Desta forma, o prêmio está conduzindo um processo de atuação eficaz desses players do setor, de uma maneira a se fortalecerem para que busquem efetivamente a condição de estarem atuando em prol dos seus serviços na melhoria dessa gestão sempre continuada e que traga, realmente, o que todos buscamos, que são serviços com excelência e que dos quais a população necessita. Com esse trabalho, o PNQS deixa um legado em cada instituição que anualmente se faz presente em seus ciclos”, observa.

O PNQS Ciclo 2023 terá a sua cerimônia de premiação, no dia 21 de novembro, no Hotel Tauá Atibaia, em Atibaia, SP, como parte integrante do Seminário de Benchmarking PNQS 2023, que acontece nos dias 19 e 20.

Empresas reconhecidas: https://abes-dn.org.br/pnqs-ciclo-2023-comite-nacional-da-qualidade-da-abes-divulga-lista-e-sauda-as-reconhecidas-desta-edicao/

Serviço:

Seminário de Benchmarking PNQS 2023 e Cerimônia do Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento

Quando: 19 e 21 de novembro

Local: Hotel Tauá Atibaia, em Atibaia, SP

Mais informações sobre o PNQS: https://2023.pnqs.com.br/

Realização: ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (www.abes-dn.org.br)