Cooperativa de crédito registra crescimento de consórcios no Nordeste
Cooperativa de crédito registra crescimento de consórcios no Nordeste

Tanto para quem planeja a construção de patrimônio ou para investidores que buscam retorno financeiro em operações seguras, o sistema de consórcios se destaca na retomada econômica registrada nos últimos anos. Segundo dados da ABAC (Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios), o volume de créditos disponibilizado no primeiro semestre de 2023 subiu 20,4% em comparação ao mesmo período do ano passado.

O cooperativa financeira Sicredi, por exemplo, ultrapassou R$ 30 bilhões na sua carteira de consórcios, um incremento de 36% no saldo nos últimos 12 meses. Em relação às vendas de novas cotas, o crescimento no primeiro semestre foi de R$ 5,3 bilhões, o que representa uma alta de 66,5%, ficando acima da média do mercado no mesmo período.

Já a Central Sicredi Nordeste, presente nos 9 estados da região, também registrou um aumento significativo em sua carteira de consórcios na região. Nos últimos 12 meses, a instituição alcançou um crescimento de 47,8%, totalizando mais de R$ 807,2 milhões em saldo. Somente no primeiro semestre deste ano, as vendas na modalidade de consórcio na região tiveram um incremento de R$ 72,7 milhões.

Atualmente, mais de 7.179 cotas de consórcio estão ativas na região Nordeste, com a maior parcela delas destinada à aquisição de cotas de automóveis (42,42%). O Sicredi oferece consórcios em diversas categorias, incluindo automóveis, caminhões, tratores, utilitários, drones, imóveis, máquinas, equipamentos, motocicletas, móveis planejados, náuticos, serviços e a categoria sustentável para a aquisição de geradores de energia eólica ou placas fotovoltaicas.

Jocimar Martins, gerente de Consórcios do Sicredi, ressalta que o mercado de consórcios tem mantido um crescimento constante e projeta que essa tendência continuará até 2024. O produto é apreciado por sua versatilidade, funcionando como uma alternativa para aquisição de bens e serviços. Segundo Martins, os associados do agronegócio e empreendedores são os principais interessados nesse tipo de produto. Além da busca por bens e serviços, eles veem os consórcios como uma maneira de organizar financeiramente suas finanças, possibilitando a formação de patrimônio por meio de pagamentos parcelados.

Em maio deste ano, a cooperativa lançou uma nova opção do seu portfólio de consórcios: os planos de parcela reduzida. Essa alternativa permite uma redução de até 50% no valor original das parcelas até o momento da contemplação, tornando o produto mais flexível. “O consórcio é conhecido por sua acessibilidade e por ser uma ferramenta de educação financeira. Com a opção de parcela reduzida, ele se torna ainda mais democrático”, complementa Savio Susin, superintendente de Seguros e Consórcios do Sicredi.