Webinar mostrou empresas que transformam o social com tecnologia
Webinar mostrou empresas que transformam o social com tecnologia

Evidenciando a importância de integrar a tecnologia como uma ferramenta essencial para enfrentar os desafios sociais e econômicos, o webinar realizado pelo Brazil-Florida Business Council, Inc. (BFBC), organização sem fins lucrativos voltada à promoção de negócios internacionais, que teve como tema Brasil Consciente: Tecnologias de Impacto Social, destacou as principais iniciativas e soluções de empresas que adotam a tecnologia como alavanca na busca de uma sociedade mais justa e inclusiva. “A inovação tecnológica pode acelerar o impacto social e é uma ferramenta que toda empresa deve adotar para aumentar a transformação que o mundo precisa”, ressaltou o membro do Conselho Consultivo do Brazil-Florida, Thomas Eckschmidt, em abertura do evento.

Mediado por Fernando Cariello, Co-Presidente da Comissão de Inovação e Tecnologia do BFBC, o webinar contou com representantes das empresas Doare, V2V e Vai na Web. Juntos, apresentaram suas plataformas que atuam como pilar de transformação social e o impacto que isso tem gerado na vida de diversas pessoas.

Transformando Vidas por meio da educação em tecnologia

Aline Froes, co-fundadora e CEO da Vai na Web, compartilhou a iniciativa do programa em democratizar a educação em tecnologia para jovens de periferias. Com uma média de mais de mil jovens formados nos últimos anos, a organização busca conectar a juventude talentosa com as oportunidades no mercado de trabalho de empresas que estão em busca de profissionais de TI (Tecnologia da Informação).

“Observamos aqueles jovens de periferia que gostariam de ter acesso e aprender tecnologia, e os empresários que reclamavam da falta de profissionais, e resolvemos conectar esses ‘dois mundos’ e preparar essa juventude potente, criativa, resiliente e que ama tecnologia para atender os requisitos dessas empresas que estavam carentes dessas habilidades”, explicou Aline.

De acordo com a co-fundadora e CEO, o programa preza não apenas pelos ensinamentos tecnológicos, mas também pelas competências e habilidades socioemocionais, visando a formação de bons seres humanos que estejam preparados para se desenvolverem e abrirem grandes oportunidades que possam mudar suas vidas e de suas famílias.

Fintech de doações e democratização do acesso

Enfatizando a importância de simplificar o processo de doação online de forma rápida e segura, Felipe Antunes, Co-Fundador e CEO da Doare, startup que tem por objetivo melhorar e facilitar a forma de doações digitais para as instituições de caridade, comentou sobre a forma inovadora da plataforma em conectar doadores e organizações, de acordo com o interesse de cada usuário.

“Surgimos da dificuldade que os gestores tinham em mobilizar doações e iniciamos como uma plataforma para processar doações online em poucos minutos. Hoje estamos evoluindo, porque não basta dar tecnologia, precisa ensinar os melhores caminhos em termos tecnológicos para garantir novos pagamentos.”

Por meio do fornecimento de soluções inovadoras de tecnologia, a startup realiza parcerias estratégicas que tornam possível a realização de doações para ONGs e instituições através de plataformas populares como Uber e Ifood.

Plataforma de voluntariado corporativo e inovação

Especializada em criar portais para grandes empresas realizarem programas de voluntariado social, a V2V foi a empresa responsável pelo surgimento, no ano 2002, do Portal do Voluntário, primeira rede social com foco específico em voluntariado:

Desde então, a empresa tem se destacado pela flexibilidade da plataforma e na incorporação de novas tecnologias, como a Inteligência Artificial, que tem sido usada para sugerir melhorias nas ações, proporcionando uma gestão mais eficaz de programas sociais.

“A plataforma é responsável por toda questão de comunicação com voluntários, treinamento, e fornece relatórios dos funcionários que atuaram e do impacto que as ações estão resultando”, resumiu João Barbosa, CEO da V2V, pontuando a criação de um novo módulo de doações financeiras voltadas para o Mercado de Crédito Social.

“Isso está aumentando no mercado, e acredito que cada vez mais tenha recursos disponíveis para isso. Temos vários exemplos de iniciativas que não conseguem andar pela falta de financiamento necessário para sua atuação e a tecnologia, nesse contexto, surge como uma ferramenta essencial para viabilizar projetos e promover o crescimento sustentável”, finalizou João.

Para Sueli Bonaparte, presidente fundadora da Brasil-Flórida Business Council, Inc, o tema em discussão é de extrema importância não só para as empresas como também para a sociedade como um todo.