Estudo aponta obstáculos no uso de tecnologias na indústria
Estudo aponta obstáculos no uso de tecnologias na indústria

Um recente relatório, baseado no módulo temático de Tecnologias Digitais Avançadas, Teletrabalho e Cibersegurança da PINTEC Semestral 2022, destaca os obstáculos enfrentados por empresas industriais brasileiras com 100 ou mais colaboradores na implementação de tecnologias digitais avançadas. Segundo o estudo, 93,3% das empresas que adotaram uma ou mais dessas tecnologias identificaram fatores que dificultaram sua utilização em diversas áreas de negócios.

O relatório aponta que o principal obstáculo, informado por 80,8% das empresas, foi o alto custo das soluções tecnológicas, abrangendo tanto os custos de implementação quanto a falta de recursos internos e de apoio financeiro externo. Setores como Fabricação de outros equipamentos de transporte (98,5%), Fabricação de bebidas (96,9%) e Fabricação de móveis (91,4%) foram os mais impactados por esse desafio.

O texto mostra que outra barreira significativa foi a falta de pessoal qualificado, mencionada por 54,6% das empresas. O estudo revela que esse fator foi particularmente destacado em setores como Fabricação de outros equipamentos de transporte (73,0%), Fabricação de produtos alimentícios (70,9%) e Impressão e reprodução de gravações (69,3%).

José Antônio Valente, diretor da empresa de aluguel de marteletes Trans Obra, comentou sobre os desafios revelados no relatório sobre a adoção de tecnologias digitais avançadas nas empresas industriais, dizendo que os obstáculos apontados são reflexo do cenário dinâmico e desafiador que as empresas enfrentam ao buscar inovações. O alto custo das soluções tecnológicas e a escassez de pessoal qualificado são barreiras reais, especialmente em setores como o nosso, de locação de equipamentos. “É vital que as empresas encarem esses desafios como oportunidades para aprimorar seus processos e investir no desenvolvimento de talentos, buscando soluções que impulsionem a eficiência e aprimorem a qualidade dos serviços e processos produtivos”.

Ainda sobre o estudo publicado, é possível observar que a limitada oferta de pessoal qualificado no mercado também foi um entrave, citado por 48,9% das empresas. O relatório mostra que Isso impacta a capacidade das empresas de criar soluções próprias, sendo mais evidente em setores como Fabricação de produtos do fumo (71,4%), Fabricação de bebidas (69,0%) e Impressão e reprodução de gravações (68,5%).

Como complemento de informação, o estudo apresentou que outros desafios incluíram a dificuldade de integração entre as áreas de negócios das empresas (47,3%) e as dificuldades relacionadas à interoperabilidade entre diferentes tecnologias digitais (45,7%).