O Escola com Bola, considerado o maior projeto social de Botucatu voltado a crianças e jovens, continua a gerar resultados positivos. Alunos do projeto foram escolhidos a partir de uma seletiva, para fazer parte dos treinamentos de base do Botucatu Futsal, time profissional de futebol que disputa torneios relevantes como Liga Paulista de Futsal, Copa LPF, Jogos Regionais, Jogos Abertos, além de disputas televisionadas como Liga SBT e Liga Record de Futsal.

Foram quatro alunos escolhidos: Davi Luiz da Cruz e Davi Luiz Alvarado, ambos do Polo Cachoeirinha – categoria Sub 11, Kaun Santos da Silveira, do Polo Vitoriana – categoria Sub 13, e Luis Felipe Beraldo Honorato, do Polo Itamarati – categoria Sub 17.

Igor Coimbra, coordenador técnico do Projeto, explica os detalhes: “Além dos dois treinos semanais pelo Escola com Bola, os alunos selecionados também passam a treinar junto com os atletas do Botucatu Futsal. Nesse período, a performance e o desenvolvimento de cada um será analisado, o que é uma grande oportunidade para nossos jovens”.

Lembrando que o Escola com Bola ainda tem vagas em aberto em todos os polos de treinamento (Comerciários, Cachoeirinha, Caimã, Itamaraty, Santa Maria e Vitoriana), e para estar apto para integrar o projeto, o aluno deve ter idade entre 6 e 17 anos, estar estudando (rede municipal, estadual ou particular de ensino), residir em Botucatu e se encaixar em uma das categorias: Sub 8; Sub 11; Sub 14 e Sub 17.

Para saber mais informações sobre o Projeto Escola com Bola, acesse e siga o Instagram @escolacombola.

Sobre o Escola com Bola

O Projeto é uma iniciativa público-privada que visa proporcionar às crianças e jovens participantes, por meio do esporte futebol, o desenvolvimento em diversos aspectos, além da evolução esportiva. Há o cuidado com a saúde física e emocional, o exercício da empatia, respeito, resiliência e cooperação. Para manter a equipe técnica, professores, uniformes e demais custos do projeto, o Escola com Bola recebe aporte financeiro de benfeitor particular e de empresas do Grupo Caio.

O projeto está sob gestão do Instituto Ruach; a Secretaria Municipal de Educação e a Diretoria de Ensino Estadual também têm participação fundamental no cotidiano do projeto, acompanhando a evolução e rendimento escolar dos alunos. 

Para permanecer no Projeto, participar de campeonatos internos, de outras competições e participar de sorteios realizados, o aluno deve ter bom rendimento escolar, não faltar às aulas (da escola e do projeto), respeitar os professores, prezar pela conservação dos materiais usados nos treinamentos, dentre outras regras.

Assessoria de Imprensa Grupo Caio