O dia da vacinação em massa contra a Covid-19, em Botucatu, começou com protestos em praticamente todos os pontos de vacinação e em frente à Prefeitura contra o Governo Jair Bolsonaro.

Cartazes foram colados nos portões e muros das escolas, que são os pontos de vacinação, com frases, como: “Fora Bolsonaro”, “Bolsonaro Inimigo da Ciência e da Vacina”, entre outros.

Em frente ao Prédio da Prefeitura, populares empunharam uma faixa afirmando que Botucatu quer todo o Brasil vacinado, exaltando o SUS e a Universidade Pública, a Unesp, responsável pela pesquisa que proporcionou a imunização em massa na Cidade, além de dizeres pedindo a saída do presidente Jair Bolsonaro.

 

 

 

 

Neste domingo Botucatu deve vacinar 80 mil moradores de 18 a 60 anos que ainda não foram imunizados. O objetivo da prefeitura é vacinar 80% do público-alvo já neste primeiro dia de vacinação

A vacinação em massa em Botucatu em uma iniciativa do projeto de estudo da vacina produzida pelo laboratório Astrazeneca, Universidade de Oxford e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), elaborado pela parceria entre a Prefeitura, Ministério da Saúde, Governo Federal, Unesp, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, e Fundação Gates, com apoio da Justiça Eleitoral.

 

Botucatu Online – Fotos Flávio Fogueral / Notícias Botucatu