Na manhã deste domingo (22), a equipe do GAPE (Grupo de Ações Preventivas Especiais) atendeu uma denúncia de violência doméstica em Botucatu.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, os agentes realizavam um patrulhamento preventivo quando receberam informações sobre uma mulher que havia sido agredida por seu companheiro e estava buscando atendimento no Pronto Socorro.

De acordo com a denúncia, a vítima havia sido agredida fisicamente pelo companheiro, que também fez ameaças de morte por telefone enquanto ela procurava ajuda. Com base nas características fornecidas pela vítima, a equipe do GAPE conseguiu localizar o agressor nas proximidades e procedeu com a abordagem.

O agressor, um homem de 26 anos, admitiu ter tido um desentendimento com sua companheira e confessou que agrediu a mulher com puxões seus cabelos, alegando ciúmes como motivo para suas ações.

Após a abordagem do agressor, a equipe se deslocou até o Pronto Socorro Adulto, onde entrou em contato com a vítima. Ela relatou ter sofrido não apenas puxões de cabelo, como o agressor havia sido admitido, mas também socos e chutes.

A mulher precisou ser encaminhada para atendimento médico no Pronto Socorro Unesp para avaliação de seus problemas. Enquanto isso, o agressor foi levado até o plantão policial, onde a autoridade policial responsável elaborou um boletim de ocorrência de natureza Lesão Corporal.

Foi arbitrada uma fiança no valor de dois mil reais, porém, o agressor não foi capaz de paga a quantia e permaneceu preso.

Grupo LN de Comunicação