De acordo com informações passadas pelas Forças de Segurança, Isabele Vicentini, de 41 anos, que foi morta pelo namorado, Florêncio Ferreira Nunes Neto, de 45 anos, a tiros em sua casa, nesta segunda-feira, 22, em Botucatu, já havia sido feita refém por ele, há 10 dias.

No dia 12 de novembro, a Polícia atendeu uma ocorrência na região da Indiana, onde, após desentendimento entre o casal, ela foi feita refém. Vizinhos também confirmaram o desaparecimento dela naquela época.

E, nesta segunda-feira, 22, Isabele foi morta com três tiros. Depois de matar a mulher, Florêncio se matou com um tiro na cabeça.

Isabele relatava que vinha recebendo ameaças devido ao término do relacionamento, que durou dois anos. Ela deixa três filhos.


Jornal Leia Notícias