Na noite do sábado,16, a Guarda Civil Municipal de Botucatu foi acionada por meio do número de emergência 153 para intervir em uma situação de violência doméstica no Terminal Rodoviário da cidade.

O chamado alertava para uma discussão acalorada entre um casal, culminando em agressões físicas, inclusive contra uma terceira pessoa.

Ao chegar no local, a equipe de segurança encontrou uma mulher caída no meio-fio do outro lado da rua, apresentando sangramento na cabeça. Simultaneamente, o agressor, um homem de 30 anos, estava presente e foi imediatamente abordado. Durante a revista pessoal, nenhum objeto suspeito foi encontrado. Questionado sobre o ocorrido, o agressor confessou ter agredido sua companheira com pauladas na cabeça e admitido também ter agredido um terceiro indivíduo presente, que posteriormente recebeu atendimento médico e não manifestou interesse em representar criminalmente.

Devido à gravidade da lesão sofrida pela vítima feminina, os bombeiros foram acionados e a conduziram para o pronto socorro do Hospital das Clínicas, onde ela recebeu médicos necessários. O agressor, por sua vez, recebeu voz de prisão em flagrante. Diante de sua postura agressiva, foi necessário o uso de algemas para contê-lo.

A ocorrência foi encaminhada ao Plantão Policial, onde a autoridade de polícia judiciária, o delegado responsável, tomou ciência dos fatos e elaborou o Boletim de Ocorrência/Prisão em Flagrante de Natureza “Vítima de Violência Doméstica”. O indiciado preso e foi recolhido à Cadeia Pública de Itatinga, aguardando audiência de custódia para que sejam tomadas as devidas providências judiciais.

A vítima, por sua vez, seguirá sendo assistida no âmbito médico e, posteriormente, receberá o apoio necessário para lidar com as consequências dessa trágica situação de violência doméstica.