No dia 12 de maio é comemorado o Dia Internacional da Enfermagem, data que celebra a importância dos profissionais de enfermagem na prestação de cuidados aos pacientes. No Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) estima-se que 1.200 especialistas desta categoria compõem o quadro de funcionários da Instituição.

A enfermagem é uma profissão essencial no sistema de saúde, pois é responsável por garantir a qualidade de vida e o bem-estar dos pacientes. “Identificar-se com a profissão, reconhecer a importância do seu trabalho, realizar a assistência baseada em evidências, buscar constantemente o conhecimento e desenvolver um trabalho em equipe com humanização e empatia são fundamentais para o profissional da área”, explica a Gerente de Enfermagem do HCFMB, Darlene Bravim Cerqueira.

Os enfermeiros são os profissionais que atuam em todos os níveis de assistência a saúde. Eles são responsáveis por prestar cuidados fundamentais que visam garantir a recuperação e a promoção da saúde dos pacientes.

Atualmente a expectativa da categoria gira em torno da aprovação do piso salarial, o que representa o “reconhecimento e qualidade de vida para todos os profissionais que, muitas vezes, precisam conciliar vários vínculos empregatícios”, diz Darlene.

Pandemia e pós-pandemia

De acordo com a Gerência de Enfermagem do HCFMB, a pandemia trouxe expressivos desafios para a categoria, que até hoje vivencia os impactos do período. “O aumento significativo da demanda evidenciou o trabalho da enfermagem, que precisou buscar novas formas de planejar e implementar uma assistência baseada em evidências para elaboração de novos processos de trabalho para atender uma demanda ainda desconhecida por todos”, lembra.

Sentimentos de ansiedade, depressão e seqüelas psicossociais também são alguns dos pontos negativos deixados pela pandemia para os profissionais da enfermagem.

O significado da Enfermagem

Com dez meses de atuação na área, a Técnica de Enfermagem do Pronto-Socorro Pediátrico (PSP) de Botucatu, Joyce Luana Rêgo Ebúrneo, diz que a enfermagem está ligada a arte de “cuidar dos pacientes, administrando medicações corretamente, proporcionando bem estar oferecendo um ambiente tranquilo, apoiando psicologicamente com uma palavra de conforto, trabalhando em conjunto com os colegas para que tudo funcione bem”.

Tatiane Pontelli Corrêa de Melo é Supervisora Técnica da Enfermaria de Cardiotórax do HCFMB. Com nove anos de atuação na Enfermagem, ela lembra que os profissionais da área têm a missão de “ajudar um pouquinho o próximo”.

Ele tem mais de duas décadas de atuação e frisa que o exercício da enfermagem é “fazer algo a alguém sem querer nada em troca”. Thiago Fernando Rodrigues é Enfermeiro Assistencial da Central de Material e Esterilização (CME) do HCFMB e está na Instituição desde 2007.

A Técnica de Enfermagem do Pronto Socorro Adulto (PSA) de Botucatu, Rafaela Cristina da Rocha Bueno, diz que o exercício da enfermagem “é a oportunidade de cuidar do bem mais precioso que temos: a vida. Isto me traz muita satisfação por exercer essa missão tão grandiosa”, diz.

Reconhecimento

Os profissionais da enfermagem dispõem de conhecimento técnico e científico para realizar procedimentos com segurança e eficácia, além de habilidades emocionais para lidar com situações de estresse, dor e sofrimento dos pacientes e seus familiares.

Valorizar e reconhecer a importância da enfermagem na sociedade é um dos objetivos do dia 12 de maio. Os profissionais da enfermagem dedicam suas vidas a cuidar de outras pessoas, muitas vezes colocando a saúde e o bem-estar dos pacientes acima de suas próprias necessidades.