A secretária de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação da Campinas, Adriana Garavello Faidiga Flosi, natural de Botucatu, começa nesta quarta-feira, 30, a participação na transição do Governo do Estado de São Paulo.

Ela permanece na administração municipal de Campinas enquanto integra a equipe de Coordenadoria de Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e Finanças no período final de gestão de Rodrigo Garcia (PSDB) até a posse do governador eleito, Tarcísio de Freitas (Republicanos).

Apesar de cooperar com a formação da nova gestão estadual, a botucatuense garante que não vai integrar a equipe permanente de Tarcísio, e sim permanecer trabalhando em Campinas no próximo ano.

Segundo Adriana Flosi, o trabalho dela na equipe de transição contempla ações para todo o Estado e não especificamente para Campinas.

A primeira reunião com sua participação na equipe de Coordenadoria de Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e Finanças será realizada nesta quarta-feira, 30 de novembro, às 9h, na Rua Boa Vista, no Centro de São Paulo. Os encontros para definir todo o processo vão durar 30 dias.

“Sinto-me muito honrada por fazer parte da transição deste governo estadual eleito, que nós apoiamos e que acreditamos que fará um excelente trabalho”, disse Adriana Flosi. A secretária afirma que o governador eleito prima por quadros técnicos em sua equipe e que sua participação mostra a importância da administração municipal e do trabalho que vem sendo realizado pelo governo Dário Saadi em todas as áreas, assim como no setor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação. “É fundamental destacar a relevância do município de Campinas que é o 3º maior PIB do estado; o décimo maior PIB do Brasil e é o epicentro da ciência, tecnologia e inovação do País”, disse a botucatuense.

Adriana Flosi é a única mulher a compor esta equipe de transição da Coordenadoria de Gestão, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e Finanças. Além dela, fazem parte do grupo de trabalho, o coordenador Samuel Kinoshita, assim como Bruno D´Abadia, Jorge Lima, Felício Ramuth, Vinicius Poit, Rui Gomes, Lucas Ferraz, Ricardo Britto, Anderson Correia, Rodrigo De Losso e Otávio Fakhouri.

Com informações Correio Popular e CBN Campinas