Contrariando informação dada na manhã desta terça-feira em entrevista à Rádio Clube de Botucatu, o secretário de Segurança e Direitos Humanos, nomeou no final da tarde os GCMs Leandro Destro e Sidney Pichinin, como comandante e subcomandante da corporação. Ele havia informado que a indicação aconteceria no final de semana.
Eles substituem Sergio Bavia e Weber Pimentel, que se afastaram na semana passada, logo após o anuncio do novo secretário Marcelo Emílio de Oliveira.

Na Cultura o cargo permanece vago há 2 meses.

O prefeito anunciou no ultimo sábado que havia feito o convite a uma pessoa que recusou. O prefeito não revelou o nome e o perfil do convidado. O cargo está vago há cerca de dois meses e com convidados do prefeito Mário Pardini rejeitando convite.
Nesta quarta-feira a noite o PCdoB vai realizar um encontro com agentes de cultura da cidade e a pauta do encontro será as politicas de cultura e o perfil do novo secretário.
Dirigentes do PCdoB informaram que regularmente fazem encontros do partido aberto à comunidade e nesta quarta-feira, vai reunir os militantes de diversas áreas da cultura para discutir questões relacionadas às politicas de cultura na cidade.
A ideia desse encontro é avaliar as eventuais dificuldades e perfil que o prefeito Mário Pardini está desejando para a Cultura.
O PCdoB em dois encontros já feitos com o prefeito Tucano defendeu um nome da legenda e referendou outros nomes apresentados pelo Prefeito em forma de consulta. A fonte do Botucatuonline não revelou os nomes apresentados, alegando que não gostaria de provocar mais confusão na aparente difícil escolha de Pardini para o cargo.
A preocupação dos partidários da legenda é que a falta de ocupação da pasta possa prejudicar diversos programas em andamento na cidade, muitos com orçamento carimbado na Fazenda.
Os comunistas – aliados de Pardini desde os primeiros instantes – disseram a este site que não tem apego pela secretaria e mesmo que não fosse indicado o nome proposto pelo PCdoB, a legenda manteria-se fiel à gestão.

CURUMIM INTERINO?

Na prefeitura a informação e de que André Barbosa Curumim, secretário de descentralização está acumulando interinamente o cargo de Secretário de Cultura. 
Se foi nomeado nessas condições de interinidade na Cultura, o ato oficial não foi publicado no Semanário Oficial do Município. O prefeito em duas oportunidades afirmou que Curumim estaria gerenciando interinamente a pasta até a nomeação de novo secretário.
Curumim chegou a coordenar uma reunião que discutiu a organização do Carnaval.
Nesse período sem secretário de Cultura a Prefeitura teve que se defender de acusações de censura de gênero de setores organizados da comunidade, por conta da suspensão de uma exposição sobre preconceito sexual contra homossexuais.