A Embraer entregou 47 jatos no segundo trimestre, sendo 17 comerciais e 30 executivos (19 leves e 11 médios) com forte aumento de 47% nas entregas totais em relação ao 2T22.·      
A receita atingiu R$ 6,360 bilhões no trimestre (26% superior ao 2T22 e 71% superior ao 1T23). A Aviação Comercial representou um crescimento de 56% e a Aviação Executiva de 39%, comparadas ao mesmo trimestre do ano anterior.·      
O EBIT ajustado foi de 7,6%, ante 8,1% no 2T22 devido ao mix de receita mais diversificado, em linha com a expectativa da empresa.·      
A carteira de pedidos firmes encerrou o 2T23 estável em US$ 17,3 bilhões, com destaque para a Aviação Executiva, que apresentou forte desempenho de vendas no segmento.·      
O fluxo de caixa livre ajustado sem EVE (FCF) no 2T23 foi próximo do ponto de equilíbrio, com consumo de caixa de R$ 91,8 milhões, em preparação para maiores entregas nos próximos trimestres.·      A companhia foi bem-sucedida em seus esforços na gestão de dívidas, com redução da dívida bruta em R$ 500 milhões e aumento do vencimento.·      
Não há alteração no guidance para 2023 para entregas e resultados financeiros.  PRINCIPAIS INDICADORES FINANCEIROS [1]
² Lucro (prejuízo) líquido ajustado não é um parâmetro contábil e exclui o Imposto de renda e contribuição social diferidos no período. No IFRS, o Imposto de renda e contribuição social inclui uma parcela de impostos diferidos que resultam principalmente de ganhos não realizados provenientes dos impactos da variação cambial sobre os ativos não monetários (em especial Estoques, Imobilizado e Intangível). Os impostos resultantes de ganhos ou perdas em ativos não monetários são considerados impostos diferidos e contabilizados no Fluxo de Caixa consolidado sob a conta Imposto de renda e contribuição social diferidos. O Prejuízo líquido ajustado também exclui o impacto pós-imposto da provisão relacionada a itens especiais.
As informações operacionais e financeiras da Companhia, exceto quando indicado de outra forma, são apresentadas de forma consolidada em dólares dos Estados Unidos (US$) de acordo com o IFRS. Os dados financeiros apresentados neste documento para os trimestres findos em 30 de junho de 2023 (2T23), 30 de junho de 2022 (2T22) e 31 de março de 2023 (1T23) são derivados das demonstrações financeiras não auditadas, exceto dados financeiros anuais e onde declarado de outra forma.  

RECEITA E MARGEM BRUTA
A receita consolidada de R$ 6,360 bilhões no 2T23 representou um aumento de 26% comparado ao mesmo período de 2022 devido aos maiores volumes na aviação Comercial e Executiva com forte crescimento de 56,5% e 39,1%, respectivamente. 

¹ Lucro (prejuízo) líquido ajustado não é um parâmetro contábil e exclui o Imposto de renda e contribuição social diferidos no período. No IFRS, o Imposto de renda e contribuição social inclui uma parcela de impostos diferidos que resultam principalmente de ganhos não realizados provenientes dos impactos da variação cambial sobre os ativos não monetários (em especial Estoques, Imobilizado e Intangível). Os impostos resultantes de ganhos ou perdas em ativos não monetários são considerados impostos diferidos e contabilizados no Fluxo de Caixa consolidado sob a conta Imposto de renda e contribuição social diferidos. O Prejuízo líquido ajustado também exclui o impacto pós-imposto da provisão relacionada a itens especiais.
GESTÃO DE DÍVIDAS E ATIVOS
A Embraer encerrou o trimestre com uma posição de dívida líquida de R$ 7,033 bilhões (sem EVE), ante R$ 8,006 bilhões no comparativo anual e R$ 7,276 bilhões no trimestre anterior.O prazo médio dos empréstimos do 2T23 foi estendido para 3 anos. O custo dos empréstimos denominados em dólares foi de 5,74% a.a., enquanto o custo dos empréstimos denominados em reais foi de 10,04% a.a. no 2T23.Na última semana de julho, reestruturamos nossa dívida e alongamos os vencimentos até 2030 com uma Nova Emissão de Bonds de US$ 750 milhões por 7 anos e cupom de 7,0%.
FREE CASH FLOW
O fluxo de caixa livre ajustado para o segundo trimestre de 2023 foi de R$ (91,8) milhões, sem aumento substancial no uso de capital de giro em comparação com o 1T23. Apesar de ainda estarmos com estoques elevados devido às maiores entregas no segundo semestre, o consumo de caixa ficou estável no trimestre.
CAPEX
As adições líquidas ao imobilizado total no 2T23 foram de R$ 174,1 milhões, contra R$ 156,1 milhões reportadas no 2T22. Do total de adições do imobilizado no 2T23, o CAPEX foi de R$ 121,5 milhões, e as adições de peças sobressalentes do programa pool representaram R$ 117,7 milhões, que foram parcialmente compensadas por R$ (65,1) milhões de receitas da venda de imobilizado. O aumento do imobilizado no 2T23 versus 2T22 está relacionado à expansão dos serviços de treinamento e manutenção.
PEDIDOS FIRMES EM CARTEIRA – BACKLOGA carteira de pedidos firmes a entregar encerrou o 2T23 em US$ 17,3 bilhões estável, com uma pequena variação em relação ao trimestre anterior. O destaque continua sendo o aumento da carteira de pedidos da Aviação Executiva.

AVIAÇÃO COMERCIALNo 2T23, a Embraer entregou 17 jatos comerciais, conforme demonstrado abaixo:
A American Airlines assinou um pedido firme com a Embraer para sete novos jatos E175. A aeronave será operada pela subsidiária Envoy Air. As primeiras entregas irão ocorrer no quarto trimestre de 2023, a frota de E-Jets da Envoy aumentará para mais de 141 aeronaves até o final de 2024.A Embraer e a empresa de leasing Azorra anunciaram um novo acordo para oito aeronaves com a Royal Jordanian em um total de oito jatos comerciais: quatro E190-E2 e quatro E195-E2.Com o objetivo de impulsionar o crescimento na região da Ásia-Pacífico, a Scoot, uma subsidiária de baixo custo da Singapore Airlines, selecionou o jato E190-E2 da Embraer, nove E190-E2s foram incluídos na frota da Scoot. Ainda em referência à região da Ásia-Pacífico, a SKS Airways escolheu o jato E195-E2, da Embraer, que será a principal aeronave nos planos de expansão a partir de 2024.Na Europa, a Binter fez um pedido firme para seis aeronaves E195-E2, marcando seu quarto pedido, elevando sua frota de jatos da família E2 para 16 quando entregues.Finalmente, a Embreaer recebeu um pedido adicional de US$ 700 milhões, que será incluído na carteira de pedidos firmes do 3T23 

AVIAÇÃO EXECUTIVA
A aviação executiva entregou 19 jatos leves e 11 jatos médios, totalizando 30 aeronaves no 2T23, com forte desempenho em relação ao mesmo período de 2022.
As vendas na Aviação Executiva continuaram a crescer no 2T23, com book-to-bill de 2:1 e com crescimento da carteira de pedidos para US$ 4,3 bilhões, reforçando a liderança da Embraer no segmento. No 2º trimestre, a Embraer e a NetJets anunciaram um acordo para até 250 jatos Praetor 500, juntamente com um contrato abrangente de serviços e suporte, avaliados juntos em mais de US$ 5bilhões. Essa parceria expandida significa o compromisso da NetJets em criar uma experiência aprimorada para o cliente e a confiança no portfólio e suporte ao cliente líderes do setor da Embraer. 

DEFESA & SEGURANÇA
A Embraer entregou a sexta aeronave multimissão C-390 Millennium para a Força Aérea Brasileira (FAB), em junho de 2023. Esta é a primeira aeronave entregue, na configuração de Capacidade Operacional Completa (Full Operational Capability – FOC).No segundo trimestre de 2023, a Embraer Defesa & Segurança lançou o A-29N Super Tucano. Esta nova versão contará com equipamentos para atender aos requisitos operacionais da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte). A nova versão da aeronave, inclui funcionalidades que aumentarão ainda mais as possibilidades de emprego da aeronave, permitindo, por exemplo, a sua utilização em missões de treinamento táctico avançado multi-domínio. 

SERVIÇOS & SUPORTE
A Embraer assinou um acordo (Letter of Agreement – LoA) com o Lanzhou Aviation Industry Development Group para a conversão de 20 aeronaves E-Jets para cargueiros (Passenger-to-Freight – P2F). A Embraer e Lanzhou irão cooperar no estabelecimento da capacidade de conversão do E190F e E195F em Lanzhou, na China, acelerando a introdução da primeira geração de cargueiros E-Jet no mercado chinês.Pelo quinto ano consecutivo, a unidade da Embraer em Sorocaba foi reconhecida a como o melhor FBO (Fixed Based Operator) do Brasil, de acordo com a FBO Survey 2023 da Aviation International News.O primeiro simulador de voo (Full-Flight Simulator – FFS) para o jato multimissão KC-390 Millennium, foi inaugurado em junho na Embraer Academy, em São José dos Campos.No Programa Pool, novos contratos foram assinados com os operadores SKS e Star Air. Além disso, também foram realizadas extensões de acordos com Fly Amelia e com a National Jet Express (NJE), empresa do Rex Group.
O EBITDA LTM representa o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização acumulado ao longo dos últimos 12 meses. Não é uma medida financeira do desempenho financeiro da Companhia em IFRS. O EBIT conforme mencionado neste material de divulgação refere-se ao lucro antes de juros e impostos e, para fins de relatório, é o mesmo que o informado na Demonstração de Resultados como Lucro Operacional antes da Receita Financeira.
O EBIT e o EBITDA são apresentados porque são utilizados internamente como medidas para avaliar certos aspectos do negócio. A Empresa também acredita que alguns investidores os consideram ferramentas úteis para medir o desempenho financeiro de uma empresa. O EBIT e o EBITDA não devem ser considerados como alternativas para, isoladamente ou como substitutos da análise da condição financeira da Companhia ou dos resultados das operações, conforme divulgado no IFRS. Outras empresas do setor podem calcular o EBIT e o EBITDA de maneira diferente da Embraer para fins de divulgação de resultados, limitando a utilidade do EBIT e do EBITDA como medidas comparativas.O EBIT ajustado e o EBITDA ajustado são medidas não-GAAP e ambos excluem o impacto de vários itens não recorrentes, conforme descrito nas tabelas abaixo.
O Lucro líquido ajustado é uma medida não-GAAP, calculada pela adição do Lucro líquido atribuído aos acionistas da Embraer mais imposto de renda diferido e contribuição social do período, bem como pela remoção do impacto de itens não recorrentes. Além disso, para fins de cálculo dos benefícios (despesa) do Imposto de Renda da Embraer, a Companhia é obrigada a registrar impostos resultantes de ganhos ou perdas devido ao impacto das variações do Real sobre o Dólar norte-americano sobre ativos não monetários (principalmente Estoque, Intangível e Imobilizado). É importante observar que os impostos resultantes de ganhos ou perdas sobre ativos não monetários são considerados impostos diferidos e são contabilizados na demonstração consolidada do Fluxo de caixa da Companhia, sob imposto de renda e contribuição social diferidos. 
INDICADORES FINANCEIROS BASEADOS EM INFORMAÇÕES “NON GAAP”
(i)             Dívida total representa empréstimos e financiamentos de curto e longo prazo INCLUINDO EVE (USD bilhões).
(ii)            Dívida líquida representa caixa e equivalentes de caixa, acrescido de aplicações financeiras, menos empréstimos e financiamentos de curto e longo prazo.
(iii)           Dívida Líquida sem EVE representa caixa e equivalentes de caixa, mais aplicações financeiras e empréstimo intercompanhia a receber, menos empréstimos e financiamentos de curto e longo prazo, menos Dívida Líquida da EVE.
(iv)           A capitalização total representa os empréstimos e financiamentos de curto e longo prazos, mais o patrimônio líquido (US$ bilhões).
(v)            Despesa financeira (bruta) inclui apenas juros e comissões sobre empréstimos.
(vi)           A tabela ao final deste comunicado apresenta a reconciliação do Lucro Líquido com o EBITDA, calculado com base nas informações financeiras preparadas com dados IFRS, para os períodos indicados (R$ milhões).
(vii)          Despesa de juros (bruta) inclui apenas juros e comissões sobre empréstimos, que estão incluídos na receita (despesa) de juros, líquida apresentada na Demonstração de Resultados consolidada da Empresa (US$ milhões).
(viii)          A tabela ao final deste comunicado apresenta a reconciliação do Lucro Líquido com o EBITDA Ajustado, calculado com base nas informações financeiras preparadas com dados IFRS, para os períodos indicados (R$ milhões).
SOBRE A EMBRAER Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer tem negócios em Aviação Comercial e Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A empresa projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, fornecendo serviços e suporte aos clientes após as vendas. Desde que foi fundada em 1969, a Embraer já entregou mais de 8.000 aeronaves. Em média, a cada 10 segundos uma aeronave fabricada pela Embraer decola em algum lugar do mundo, transportando mais de 145 milhões de passageiros por ano. A Embraer é a principal fabricante de jatos comerciais com até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviços e distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.