Orivaldo José da Silva Filho, de 22 anos, nascido e com familia residindo em Conchas -SP, foi assassinado por um homem em um pensionato na madrugada deste domingo (17) em Maringá, cidade com muitas universidades no norte do Paraná. Outros dois rapazes ficaram feridos. O suspeito foi preso, segundo a Polícia Civil. 
Orivaldo havia se formado em Química na UTFPR de Apucarana e fazia doutorado na Universidade Estadual de Maringá-PR.Ele também dava aulas em um cursinho de Apucarana. O velório está previsto para começar às 22h deste domingo, (17), e o enterro será realizado na manhã de segunda-feira (18) no Cemitério Municipal de Conchas.
O crime aconteceu na região conhecida como Zona 7. O autor do ataque morava nos fundos do pensionato. De acordo com a Polícia Civil, ele entrou na casa por volta das 2h da madrugada deste domingo, 17, e atacou três rapazes que estavam na cozinha. Dois conseguiram fugir e foram perseguidos na rua pelo criminoso.
Segundo a imprensa de Maringá, Orivaldo José da Silva Filho mesmo ferido tentou fugir ao ataque, mas não resistiu aos ferimentos.
O conchense estava em Maringá fazendo doutorando em Química. Dois outros jovens, Luis Roberto dos Santos, de 19 anos, e Henrique Montovan, de 22 anos, também estudantes de química na Universidade Estadual de Maringá foram feridos pelo criminoso. Eles continuam internados devido a gravidade dos ferimentos e grande perda de sangue.
Vizinhos acionaram a Policia Militar que prenderam o acusado, Oswaldo dos Santos Pereira Junior, de 26 anos. Ele disse aos policiais que esfaqueou os estudantes por ser maltratado e como estava transtornado, obrigou os jovens a se ajoelharem e os atacou com um punhal.
O criminoso foi preso pela PM do Paraná, quando ele tentava invadir outros quartos do pensionato.
No celular do criminoso havia mensagens religiosas e posicionamentos políticos de direita,
Também foi encontrado comentários em seus perfis na rede social sobre alienígena e extraterrestres.
O delegado que acompanha o caso determinou exames periciais e mental no acusado do crime.

VEJA VIDEO DO CRIMINOSO PRESO
(do site Maringá na Hora)

 

 

(Com informações do Plantão Maringá, G1-PR, Maringá na Hora e Gazeta do Povo)