Foi reforçando o compromisso com o desenvolvimento sustentável e consequentemente com a saúde e bem-estar das comunidades onde atua que a MRV Engenharia chegou a marca de 1 milhão de árvores plantadas, após oito anos do início da iniciativa e Botucatu contribuiu para esse numero de plantas.
A regional Ribeirão Preto, que inclui o município de Botucatu, foi a que mais se destacou em número de árvores plantadas, somando mais de 300 mil, seguidas por São Paulo, com 157 mil e Campinas, com quase 134 mil.
Em Botucatu a MRV plantou 3.681 árvores nos empreendimentos Belgrado, Bavaria, Baltimore e Braga. Nas obras do Bulgária, Brunello e Bella Itália serão plantadas mais 900 árvores. Até o momento já foram plantadas 125, informou a empresa.
As mudas representam cerca de 550.000 mil toneladas de CO2 que foram removidos da atmosfera, contribuindo, assim, para o meio ambiente e com a qualidade de vida no planeta, informou a assessoria de imprensa da empresa.
A quantidade equivale a mesma emissão de CO2 liberado no ambiente por um carro ao rodar 529.679.622 km, distância suficiente para realizar 94.976 viagens entre o Oiapoque ao Chuí.
A preocupação e o cuidado com o meio ambiente vão além do plantio e somam-se a outras ações, também desenvolvidas pela companhia, que garantem a qualidade de vida para as gerações atuais e futuras, pois a empresa acredita que intervir no meio ambiente, preservando-o, recuperando-o e gerando harmonia no entorno, deve fazer parte do seu dia a dia.
Esta ação é fruto das diretrizes de responsabilidade social e ambiental da companhia. Nos locais que receberam os plantios, a construtora seguiu as orientações das diretrizes governamentais e secretarias de meio ambiente, privilegiando o uso de espécies nativas e adequadas ao clima e solo das cidades onde ocorreu o plantio.
“O plantio das árvores é um trabalho contínuo que vem transformando a realidade das cidades onde atuamos e contribuindo com toda a comunidade. Chegar a 1 milhão de árvores plantadas representa um marco para o trabalho que desenvolvemos em prol da sustentabilidade”, informou o gestor executivo de Segurança, Saúde e Meio Ambiente (SSMA) da MRV, José Luiz Esteves da Fonseca.

(da assessoria)