O outono é delicioso pra dormir!
Acordei cedo apesar de ter ido dormir tarde.

Pela primeira vez na vida,  tenho assistido o BBB.
Polêmico desde o início, tem levantado discussões pertinentes, que algumas pessoas acham “chatos” e a sociedade brasileira teima em fazer vista grossa e/ou discutir superficialmente.
Racismo, homofobia, sexismo, preconceito regional, tudo isso tem borbulhado por lá.


Como muito bem colocou Thiago Leifert, o seu “foi sem querer” não diminui a dor de quem está cansado de ter que ensinar que  “meu cabelo é minha coroa, meu símbolo de resistência”.

Não sou uma mulher preta.
Mas, mesmo sendo uma mulher branca, também ouvi muitos comentários quando raspei a cabeça. Nem todos bons.

O correto é não nos metermos na aparência de ninguém.
Cada um de nós tem o direito de ser quem é e como quiser ser.
Básico assim.

Século XXI, pessoas!

*Agora você vê
Vai querer se meter com o nosso cabelo
Se mete não, meu irmão!
Ela é negra do cabelo loiro
Ela é branca do cabelo black
Se ela é índia ela pode usar dread
Que o cabelo é dela e ninguém se mete
Que o cabelo é dela e ninguém se mete
Isso aqui não é só um cabelo
É expressão real de quem sou
Identidade de dentro pra fora
Tô nem ai se você não gostou
Deixa meu cabelo voar
Deixa ninguém vai me prender
E, se um dia eu quiser cortar, raspar
Eu não dependo de você.”

Bons dias.
Banho e café da manhã.

Sair de casa, depois de 6 dias, ahhhhhhh que delícia!

No ponto de ônibus começou…
Mulher sem máscara, chegou e sentou.
Levantei.
Me questionou sobre acreditar ou não na pandemia, na vacina, no prefeito…
As vezes é difícil ser bem educada e paciente.
Respondi que é o direito dela, e é o meu direito, acreditar ou não.

Na Amando.
Muitas pessoas sem máscara, com máscara no queixo, meo Deeeeuuuusss!
Aglomeração na porta do Bradesco.
Um ano depois e nada mudou. Triste.

Encontrei a Shen, que gostoso revê-la!

Farmácia.
Consegui um bom desconto no remédio de uso contínuo.

Encontrei o Haroldo, que alegria!
Muitos meses sem nos vermos.
Prosa boa, mesmo com informações perturbadoras. Sempre aprendo com ele, jornalista estudioso que é. Sou muito fã.
Tomamos um café na porta do Café do Ponto.
Ele tem razão. Não adianta gastar energia com os negacionistas.

Vale transporte.

Mercado.
Com calculadora na mão e muita parcimônia, só comprei o que estava em falta.
Os preços estão assustadores.

Em casa.
Como é bom chegar aqui.

Dia mundial da saúde.
Gratidão a todos os profissionais e trabalhadores que tanto tem feito em prol da vida, deixando suas famílias e sua saúde em segundo lugar.


A situação dos clubes da cidade está muito difícil.
Os sócios não entendem a importância da mensalidade, para manutenção do clube e dos salários dos funcionários.
Funcionários que estão sempre lá, a nossa disposição, mantendo o clube lindo e limpo pra que possamos usufruir.
Nesse ano todo não deixei de pagar as mensalidades, mesmo com tantos dias de clube fechado.
Estou muito triste pelo egoísmo e falta de empatia de esportistas e famílias.
Se coloquem no lugar do próximo, por favor!

Liguei pro João Chavari e me coloquei a disposição pra lutar pela Ferrô.
Frequentar o clube mudou minha vida pra melhor e não vou me abster de fazer o que puder pra ajudar.
Aí recebi uma ótima notícia: a partir de segunda-feira, dia 12, poderemos voltar a treinar. Vivas!
Coração em festa, mochila pronta há mais de um mês.

As reuniões de quarta-feira mudaram.
Fer não tem podido vir e Nilson Amaral tem me feito companhia.

Preparei massa pra pizza enrolada, porque ele falou sobre isso, ontem.
Elogiou e senti  uma leve cantada.
Faço com prazer, amigo!
E também vai ter sopa de legumes com torradas e cervejinha pra prosear.

Mantemos distância, usamos máscara e álcool gel.
É um alento.

Aliás, hoje os encontros deixaram meu coração aquecido.
Amigos, vocês fazem muita falta!

São muitas as más notícias, todos os dias.
Mas devemos esperançar, sempre.

“A peste que nos assola é, sobretudo, a do vírus do ódio e da indiferença aos pobres. O flagelo que nos açoita é a morte como projeto político, o caos e o obscurantismo visando restaurar um regime político de terror.”
Albert Camus, A Peste, livro de 1947.
Muito atual.

Uma música pro amado Alcir Gonçalves, que tem me feito ótima companhia virtual.

Massa crescendo, sopa no fogo.

Encontrar maneiras de não desanimar.

A leitura que me liberta, a música que me faz cantar pra subir.

“Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras. Mantenha suas palavras positivas, porque suas palavras tornam-se suas atitudes. Mantenha suas atitudes positivas, porque suas atitudes tornam-se seus hábitos. Mantenha seus hábitos positivos, porque seus hábitos tornam-se seus valores. Mantenha seus valores positivos, porque seus valores… Tornam-se seu destino.”
Mahatma Gandhi

Continuo vibrando pela vitória da Cris e também de todos que estão doentes.
Continuo acreditando na ciência e esperando pela vacina.
Continuo grata, muito grata, pela vida conquistada, pela minha família, por meus filhos e amigos.

“Oh meu Deus 😢🙏
Tô ficando louca, quantos sofrimentos em todos os sentidos 😭
Vamos fazer oração 🙏🙏”
Vai passar, querida Marinilce Peres!
Temos que acreditar!

Para reflexão.
“Existe apenas um bem, o saber, e apenas um mal, a ignorância.”
Sócrates

Resistir dia após dia.

Seguimos.