Pizza enrolada ok.
Sopa de legumes ok.
Cervejinha ok.
Prosa boa e boas risadas.
Foi bem bom, Nilson querido.

Noite gostosa, sono tranquilo.
Bons dias, banho, café da manhã.
Hoje a atenção é pra mamãe.

Retornos.

“Que notícia boa graças a Deus 🙏,vai reabrir a ferroviária, aleluias. Já estava com muitas saudades da piscina, maravilhosa, coisa boa. Que alegria, me faz falta nadar, graças a Deus vamos retornar👍😀😘”
Silvana Signoretti, grande atleta da natação!

“Ah como faz falta né? Ver os amigos, familiares, dar abraços bem apertados…eu sou destas, adoro contato. Sinto tanta falta!!!🥰E vivas para os profissionais dedicados da saúde e vaias para os egoístas, insanos que andam por aí como se nada fosse!!!”
Cris Clementino

“Ahhhhh, a melhor notícia: será mesmo que teremos clube a partir do dia 12? Achei fantástica a união dos 3 presidentes na batalha para que os associados não deixem de pagar a mensalidade.
Para mim, é algo tão, tão fundamental, que nem me ocorre não pagar mesmo com os clubes fechados. Também sempre luto para que todos paguem, evitando demissões daqueles que nos atendem com tanta boa vontade, durante tanto tempo.
Vamos vencer!!
Minha vida fica bem mais triste sem o clube, falta um pedaço de mim.”
Raquel Astolfi, mega esportista.

Hoje é aniversário do meu primeiro sobrinho, Pedro Morato.
Menino bom, adolescente tranquilo, homem trabalhador e ético, paizão sempre presente, namorado apaixonado, artista talentoso…

… sou muito fã, amor da tia!
Alegrias e bençãos, susexo e aventuras, beijão procê!

Entrevista com o prefeito na rádio.
A disponibilidade de vacinas é precária; o plano nacional de imunização, um fracasso.
Não haverá lockdown no final de semana.

Eu estou disposta a me manter em casa.
Não pretendo me contaminar.
Tenho muito medo.
Estou focada em ir nadar na segunda-feira, aliás, estou trepidando de feliz.

8 de abril também é aniversário dela, Dayse Lúcia de Oliveira, amiga querida que não encontro há décadas.
Tivemos muitos bons momentos juntas, na adolescência.
Tudotudotudo de booooommmm pra você, beijão!
Presente musical…

“…A grande atração é uma grande vidente
Uma grande vidente que tudo sabe, que tudo vê
Que tudo sente
E agora com vocês a grande cartomante
A internacional Deise
A mulher do homem que come raio-laser…”

Manicure e pedicure, sempre bom.
Fiz as comprinhas pra mamãe.

Encontrei com Regina Lino, tãotão querida peloo Lucas – foi sua mentora teatral – e por mim.
Atriz ma-ra-vi-lho-sa, pessoa delicada, sou fã!

Almoço feito pela mamãe, delícia dimaaaiiiisss.
Demos risadas lembrando da Dayse, dos meus filhos, do Pedro…
As lembranças são muitas e especiais.
São do bem querer profundo.

Esse disco, em especial essa música ,”Time”, era trilha sonora do meu quarto na Veiga Russo, onde se hospedava a Dayse aos finais de semana, na segunda metade dos anos 1970.

Quando coloquei pra ouvir, mamãe lembrou na hora, kkk…
Na época ela pedia ” Por favor! Parem de ouvir esses sinos! Não aguento mais!”
Era muito booooommmm!

“Todo dia é uma ocasião especial. Guarde apenas o que tem que ser guardado: lembranças, sorrisos, poemas, cheiros, saudades, momentos.”
Martha Medeiros

No ônibus, voltando pra casa e lendo Pessoa, do qual não me canso e sempre me encanta.

“O guardador de rebanhos

Eu nunca guardei rebanhos,
Mas é como se os guardasse.
Minha alma é como um pastor,
Conhece o vento e o sol
E anda pela mão das Estações
A seguir e a olhar.
Toda a paz da Natureza sem gente
Vem sentar-se a meu lado.
Mas eu fico triste como um pôr de sol
Para a nossa imaginação,
Quando esfria no fundo da planície
E se sente a noite entrada
Como uma borboleta pela janela.
Mas a minha tristeza é sossego
Porque é natural e justa
E é o que deve estar na alma
Quando já pensa que existe
E as mãos colhem flores sem ela dar por isso.
Como um ruído de chocalhos
Para além da curva da estrada,
Os meus pensamentos são contentes.
Só tenho pena de saber que eles são contentes,
Porque, se o não soubesse,
Em vez de serem contentes e tristes,
Seriam alegres e contentes.
Pensar incomoda como andar à chuva
Quando o vento cresce e parece que chove
mais.
Não tenho ambições nem desejos
Ser poeta não é uma ambição minha
É a minha maneira de estar sozinho.
E se desejo às vezes
Por imaginar, ser cordeirinho
(Ou ser o rebanho todo
Para andar espalhado por toda a encosta
A ser muita cousa feliz ao mesmo tempo),
É só porque sinto o que escrevo ao pôr do sol,
Ou quando uma nuvem passa a mão por cima da luz
E corre um silêncio pela erva fora.”

Em casa.
Outono enlouquecido, calor calor calor.

Dia de #tbt.
Vou de tbt musical.
BBKing e convidados mais que especiais, adoroooo!

Para reflexão.

Resisto com o coração e a mente.

Seguimos.