POR RAFAELA DUTRA
Especial para o Botucatuonline

O sábado de degustação de Café na Dell Anno foi um encontro divertido e muito informativo. Um café da manhã recheado de sorrisos, café e pães assados na hora, uma excelente combinação.
Os convidados tiveram a oportunidade de aprender a história do café e sua origem, desde o seu descobrimento até os dias atuais em um bate papo agradável e dinâmico.
Aprenderam como identificar, comprar e consumir café de qualidade com as dicas sobre embalagens, selos, armazenamento e validades.
Para a aula de identificação sensorial foi utilizado 3 tipos de cafés, variando entre cafés de alta e baixa qualidade, os convidados receberam uma ficha e os 3 aromas e sabores diferentes para provar, sem saber qual a marca ou origem do café que estavam provando. Essa brincadeira gerou muitas piadas e descontração, o que fez do evento um momento especial para cada um que esteva por lá.
Várias dúvidas foram esclarecidas sobre métodos, moagem e torra. Também tiraram dúvidas sobre máquinas de café em capsulas, cafeteiras e coadores.
Além da degustação dos três cafés, foram apresentados também três métodos de preparo caseiro:
Hario V60 – coador japonês
Clever – coador que permite infusão.
AeroPress – “Seringa gigante” que combina os métodos coado e expresso.
Fiquei muito feliz com o resultado, por ver as pessoas interagindo e tirando suas dúvidas.

Todo mundo interagindo e tirando dúvidas , bate papo gostoso e cafeinado!! ☕☕☕🍀🍀🤗🤗🤗

Posted by Tome Café on Sunday, July 16, 2017

Foi muito gratificante, principalmente quando ouvi vários convidados agradecendo e dizendo que depois dessa aula, iriam abandonar o açúcar no café.
Isso mostra que meu trabalho foi bem feito, consegui mostrar que o café tem seu açúcar próprio, que é possível sim obter um café gostoso e puro.
Não tenho nada contra a quem adoça o café, gosto é gosto, me preocupo com a saúde das pessoas, e um dos maiores vilões para nosso corpo, é sem dúvidas o açúcar.

 

RAFAELA DUTRA é Barista, certificada na Coffee Lab