Entidades pedem prorrogação em benefício da folha de pagamento
Entidades pedem prorrogação em benefício da folha de pagamento
 
Entes da área legislativa, empresários e dirigentes de entidades se reuniram em Porto Alegre-RS para tratar da prorrogação da desoneração da folha de pagamento, conforme proposto no Projeto de Lei 334/23. O evento contou com a presença de deputados federais, além de representantes do Seprorgs, como o presidente, Rafael Krug, e o diretor Financeiro, Edgar Serrano, entre outras autoridades de diversas representações. 
 
Serrano, que também é diretor de Relações Institucionais e ex-presidente da Fenainfo, informa que o encontro teve o objetivo de aprofundar a discussão sobre os impactos negativos que o fim do incentivo fiscal proposto pode gerar na economia do Rio Grande do Sul.

As lideranças presentes compartilharam suas perspectivas, discutiram estratégias e uniram esforços para buscar soluções voltadas a preservar a saúde econômica do estado e promover o desenvolvimento sustentável, especialmente no que diz respeito à manutenção e criação de empregos.

Além disso, os participantes afirmaram que a pauta sempre foi debatida com cuidado em relação ao diálogo entre 17 setores, visando a beneficiar todos os interessados. 

Agora, as entidades aguardam a decisão, que será tomada em Brasília, sobre a manutenção ou derrubada do veto que, por enquanto, não prorroga a desoneração da folha de pagamento.

 
“A decisão de veto presidencial impactará significativamente 17 setores estratégicos para a geração de emprego no país. Setores cruciais, como tecnologia, confecção e vestuário, calçados, construção civil, call center, comunicação, entre outros, enfrentarão os desafios decorrentes da manutenção da contribuição previdenciária de 20% sobre a folha de salários”, avalia o presidente do Seprorgs, Rafael Krug. “Em parceria com a Fenainfo, viemos trabalhando esta pauta há anos, e esperamos agora obter uma nova conquista para o país”, finaliza.