Mato Grosso do Sul é destaque no cenário global de turismo
Mato Grosso do Sul é destaque no cenário global de turismo

Em sua 12ª edição, a TravMedia’s International Media Marketplace (IMM), uma das principais feiras internacionais de comunicação e turismo, promoveu a conexão da indústria de turismo e os diferentes agentes da comunicação, durante dois dias de evento (24 e 25 de janeiro), em Nova York, EUA. Este ano, um dos destaques da feira foi o Mato Grosso do Sul e a Fundação de Turismo do Mato Grosso do Sul (FUNDTUR), representados por Gisele Abrahão (GVA), no painel de sustentabilidade do evento.

O painel, que teve como tema: “From sustainable and regenerative to conservation and stewardship” (Da sustentabilidade e regeneração à conservação e gestão responsável), destacou as estratégias, o posicionamento de liderança, além das diferentes iniciativas já implementadas no estado que promovem o turismo e o crescimento a partir de novas práticas.

Gisele Abrahão, durante a apresentação, ressaltou a importância da ação integrada entre os diferentes stakeholders do mercado do turismo, dos governos e da mídia: “Um fator crucial é a colaboração entre todas as partes interessadas. O governo, o setor privado e a comunidade local trabalham juntos no Mato Grosso do Sul de maneira integrada em prol de uma agenda comum. Em 2017, Mato Grosso do Sul deu um passo ousado ao reorganizar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e unir todas as principais indústrias e produtores econômicos do estado sob a mesma ótica. Agricultura, Recursos Naturais e Turismo compartilharam metas comuns, planos e orçamento. Esse movimento estratégico levou-os a se complementarem em vez de competirem, promovendo uma abordagem mais unificada e impactante.

Um dos destaques do estado, mencionados durante o painel, é a cidade de Bonito – o primeiro destino de ecoturismo a conquistar o certificado de carbono neutro no mundo, reconhecido pela ONU. Há mais de duas décadas, a cidade tem desenvolvido ações voltadas para a promoção sustentável do turismo e o selo “Climate Positive”, concedido pela Organização Internacional Green Initiative, é o reconhecimento do resultado do conjunto dessas ações.

Segundo o Relatório da Pegada de Carbono do Destino Turístico de Bonito, de 2021, publicado pela Secretaria de Indústria Comércio e Turismo (SECTUR), algumas das principais medidas implementadas que levaram a obtenção da certificação foram: o engajamento da população local, o suporte dos órgãos públicos, o engajamento de stakeholders chave e a compensação das emissões de carbono. Além do destino, atrações e empreendimentos locais receberam o reconhecimento de carbono neutro e tornaram-se referência para outras cidades e negócios no Brasil. O relatório também revelou algumas das áreas nas quais o trabalho foi intensificado para garantir a maior compensação do carbono. Dentre outros, existe o esforço para garantir o melhor manejo do lixo e para a promoção do uso de combustíveis mais sustentáveis na região.

Sobre o evento Gisele Abrahão comentou a importância de novas conexões e da presença do destino na feira: “Foi fantástico representar o Mato Grosso do Sul em um evento com tantas trocas e conexões. É ainda mais especial posicionar o estado e todos os seus princípios como o único representante da América do Sul nos painéis de discussão da IMM. Foram realizadas mais de 20 reuniões com profissionais qualificados do mercado, que realmente tem interesse nos objetivos e ações já implementadas pelo destino. É um evento que nos permite conhecer novas perspectivas e que os diversos destinos brasileiros poderão se beneficiar em participar”.

Para mais informações, acessar: https://globalvisionaccess.com/ .