Após reportagem do Botucatu Online, sobre o pedido de um grupo de empresários da Rua Major Matheus, na Vila dos Lavradores, em Botucatu, que as palmeiras imperiais não fossem cortadas, a Prefeitura de Botucatu se posicionou oficialmente nesta quinta-feira, 27.

Anteriormente, de acordo com informações passadas à reportagem, após reclamações de alguns moradores e comerciantes da região das quedas de folhas das palmeiras, a Prefeitura teria informado que realizaria o corte das árvores no próximo domingo, 30. Mas, agora em nota oficial, a Prefeitura respondeu que a Zeladoria Municipal e a Secretaria do Verde reavaliaram a situação e decidiram por não cortar as árvores.

“A Prefeitura recebeu de moradores e lojistas do entorno solicitações de retirada das palmeiras, em decorrência da queda de folhas e cachos que estariam colocando em risco a integridade de pedestres e veículos. A Zeladoria Municipal e a Secretaria do Verde reavaliaram a situação e decidiram pela manutenção preventiva e periódica nas mesmas a serem agendadas em momento oportuno”, informa a nota da Prefeitura, encaminhada através da Secretaria de Comunicação.

Desta forma, o pedido do grupo de empresários e moradores foi atendido. As palmeiras serão mantidas e receberão manutenção periódica, como poda e retirada de galhos secos, que possam colocar em risco pedestres e motoristas.

 

LEIA MAIS: Botucatu: Palmeiras Imperiais da Rua Major Matheus correm o risco de serem cortadas. Empresários e moradores da região querem salvar as árvores

 

Botucatu Online