Na manhã da sexta-feira (8), a Polícia Civil de Botucatu, por meio da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), realizou uma operação bem-sucedida que resultou na prisão em flagrante de dois homens e uma mulher. Os detidos são apontados como membros de um grupo de crimes que exercem domínio absoluto sobre o tráfico de drogas em Rubião Júnior, distrito de Botucatu, e abastecia diversas “biqueiras” na cidade.

A ação, coordenada pelo Setor de Inteligência Policial da Dise, envolveu buscas em vários endereços, culminando na apreensão de uma expressiva quantidade de entorpecentes. Ao todo, foram confiscados 25 quilos de maconha, além de 664 porções individuais da droga. Destacam-se apreensão da droga conhecida como “skunk”, caracterizadas por seu maior teor de THC e preço mais elevado.

Além da maconha, a polícia apreendeu 600 gramas de cocaína, incluindo um comprimido da substância, e 200 gramas de crack. Diversos itens relacionados à embalagem e distribuição de drogas foram encontrados, incluindo centenas de pinos e saquinhos plásticos.

Os delegados Paulo Buchignani, Celso Olindo e Marcos Mores serviram à frente das operações, coordenando os esforços dos policiais civis da Dise, incluindo Bassetto, João, Alexandre, Castilho, Margarete, Emerson e Bruno.

A atuação da Polícia Civil não se encerra com as prisões realizadas, já que a Dise está empenhada na identificação e localização de outras possíveis comparações pertencentes ao grupo criminoso desmantelado.

Grupo LN de Comunicação – Fotos: Divulgação