Uma ação conjunta da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) e da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) resultou na prisão de uma mulher de 19 anos, suspeita de manter uma “casa bomba” no município de Botucatu, no interior de São Paulo. A operação foi realizada nesta quarta-feira (22).

De acordo com informações da Polícia Civil, a jovem foi detida em sua residência,na Vila Maria, onde foram encontrados dois quilos de entorpecentes, incluindo crack e cocaína, prontos para a venda. Além das drogas, os policiais apreenderam três balanças de precisão, sacos plásticos utilizados para embalar os entorpecentes e mais de 4 mil pinos vazios.

O endereço foi identificado com o apoio da Delegacia de Defesa da Mulher, o que evidencia a importância da cooperação entre diferentes setores da polícia no combate ao tráfico de drogas. A mulher, que residia no local, foi presa em flagrante e o caso foi registrado como tráfico de drogas na Delegacia Seccional de Botucatu.

Após a prisão, a suspeita foi encaminhada à Central de Polícia Judiciária de Itatinga, onde permanece à disposição da Justiça.

Após a prisão, a suspeita foi encaminhada à Central de Polícia Judiciária de Itatinga, onde permanece à disposição da Justiça.