Em produção desde 1973, o avião agrícola Ipanema é o produto mais longevo da Embraer. A aeronave é produzida em Botucatu e soma quase 1.500 unidades entregues.

O nome do avião é uma referência a Fazenda Ipanema, em Sorocaba, no interior de São Paulo, onde funcionava um núcleo de pesquisas agrárias no Estado de São Paulo. O primeiro protótipo do Ipanema voou em 30 de julho de 1970 (a primeira versão, o EMB-200). O modelo mais recente (EMB-202A) foi o primeiro avião produzido em série do mundo com motor a etanol (igual de carro).

O Ipanema é projetado para pulverizar agentes agrícolas em plantações. É o modelo mais pedido no mercado agrário brasileiro, com mais de 80% de participação no segmento. O avião também pode ser empregado na disseminação de sementes (para reflorestamento), combate a incêndios, povoamento de rios (espalhando alevinos) e nucleação de nuvens para criar chuvas artificiais.

Prestes a completar 50 anos de seu primeiro voo, o Ipanema deu um passo para o futuro em 2021. A Embraer iniciou um programa de voo com um modelo baseado no avião agrícola equipado com motor elétrico, o primeiro do tipo da empresa brasileira.

Embraer Agricola Ipanema EMB
Embraer Agricola Ipanema / Embraer/Divulgação

 

Fonte: CNN