Noite friinha de bom sono e bons sonhos.
Talvez por ter mergulhado na agenda, sonhei com a Hípica, sem roteiro, mas com cheiros e risadas, um brilho nos olhos que senti.
Claro que acordei me sentindo maravilhosa, com frio e fome.Bons dias bons.

“Até eu lembrei da casinha da Rangel, primeira vez que fomos a sua casa. Saudade daquele tempo, 😘”
Ana Cordella, saudades de vocês!

“Nossa, que linda a coluna hoje, quantas lembranças do cafofo e, interligando as datas e suas percepções de mãe com as minhas de criança, foi quase uma terapia, imaginar você mais nova que eu, com dois filhos e uma casa para manter, e ainda assim não deixar de ter amigos, aproveitar a vida, sem abrir mão da sua felicidade, me faz ter muito mais empatia e compreensão do que vivemos então.”
Lucas, filho amado.

“Aí no cafofo da Rangel, foi desde então que te conheci, pô faz tempo 😁😁😁😁, boas lembranças. Também me lembrei da hípica, do Fusca vermelho da Ana, eu e De falávamos que íamos tirar carta e dar vários roles nele kkkkk bjs.”
Dani Lima

Ontem, na tardezinha, cozinhei feijão e temperei com os últimos pedacinhos do pernil. Ficou muito bom.
Vou levar pra almoçar com a mamãe.
Estou com muitas saudades.

Essa combinação de friinho e restrições vai me engordar.

Depois do “auxílio” plano de saúde de 150 mil, agora os nababos do senado se deram mais um plus pra móveis e decoração.
Porque o apartamento funcional não dá status.
Estou citando essa informação porque hoje começa a ser pago o ” auxílio emergencial” de 150 reais.
Ano passado foram 68 milhões de brasileiros beneficiados.
Esse ano apenas 46 milhões receberão.

E os quase 20 milhões que ficaram de fora?
Morreram? De fome? De abandono?
Meo Deeeeuuuusss do desgoverno! Piedade!!!!

Então é isso no Brasil: você elege uma pessoa pra te representar, e ela se representa, deixando o eleitor ao abandono.

(Os 70 mil militares devolveram o auxílio que receberam indevidamente ano passado?)

Pergunto.
O que dá pra comprar, com 150 reais, mantém uma pessoa sem fome por um mês?

Um concurso adiado e
200 mil empregos temporários perdidos.
Com corte radical na verba, o IBGE parece que não vai conseguir realizar o censo demográfico mais uma vez.
Numa grande sacanagem, visto que são esses números que orientam as políticas públicas…. peraí? Eu disse políticas públicas? Esqueci em que Brasil estou vivendo, affff….

Vergonhoso dimaaaiiiisss!

Abri a janela e chovia fininho.
Liguei pra dar bom dia e mamãe me dispensou. No Bairro chove forte.

Ela me disse estar muito preocupada com a minha saúde e eu compreendo.
Estamos em oração por nossa querida Cris, que está lutando na UTI do HC.
A covid chegou a família afetiva e estamos muito tristes e, ao mesmo tempo, esperançosos.
Força querida!

Meu amigo Alcir foi bloqueado, de novo, pelo Facebook, por expressar um pensamento que, acredito, é comum a muitos: a pressão do núcleo evangélico pela reabertura dos templos, a qual cedeu o representante do insano no STF, tem mais a ver com a arrecadação de “dízimo” do que com a fé.

É feio pensar isso? Ok.
Vamos considerar que os milionários donos de igrejas foram vacinados no exterior; vamos lembrar da vida humilde de tantos desses fiéis, que acreditam na compra do “paraíso” através de seus líderes espirituais,  fazendo doações que muitas vezes privam a si e familiares de conforto mínimo.

O Papa Francisco e sua igreja estão sem as atividades presenciais, sábios apoiadores da ciência.

Uma história real.
Após décadas de trabalho e tendo conseguido fazer uma boa poupança pra velhice, o pai morreu.
Familia grande e de vida humilde.
Após sua morte, a esposa limpou a poupança e doou tudo pra igreja daquele cara de chapéu de cowboy.
Os filhos ficaram arrasados mas não teve como desfazer a doação.
Era direito dela, fiel ao seu pastor.

Vale lembrar que a dívida das igrejas em impostos e previdência já deve estar em mais de 2 milhões e seu comandante supremo e comparsas querem o perdão federal.

Boas doações.
Os postos de saúde estão recebendo alimentos e produtos de limpeza para o fundo social distribuir aos vulneráveis de nossa cidade. Que não são poucos.
Vamos colaborar e amenizar as tantas carências da população.
Estamos na semana do pagamento.
Bora colaborar com o possível, sempre ajuda a quem nada tem.

Café da manhã.
Banho.
Leitura e música em mais um dia sem abrir o portão.

Escolhi a trilha de The Commitments, filme inesquecível sobre uma banda de blues. Recomendo.
Blues combina com o dia outonal.

Sobre as massas invisíveis.
” A mente dos crentes apresenta-se povoada dessas noções de massas invisíveis. Sejam elas de mortos, de diabos ou de santos, são imaginadas como grandes bandos concentrados. Poder-se-ia dizer que as religiões ‘principiam’ com essas massas invisíveis. Sua estratificação varia; em cada crença desenvolve-se um equilíbrio específico para elas. Uma classificação das religiões segundo a  maneira pela qual elas manipulam suas massas é possível, e seria mesmo bastante desejável. As religiões superiores – entendendo-se por estas as que alcançaram validade universal – demonstram nesse aspecto uma segurança e clareza soberanas. Às massas invisíveis que mantém vivas através de sua pregação encontram-se atrelados os medos e os desejos dos homens. Esses seres invisíveis são o sangue da fé. Tão logo perdem a cor, a crença se enfraquece e, enquanto esta vai aos poucos definhando, outros bandos substituem os que empalidecem.”
Elias Canetti

Hoje completam 7 anos da passagem da tia Teca.
Que ela esteja em paz, rodeada pelos amados que também estão no outro plano.
Muita luz tia amada e inesquecível. Amor e saudades.

” De uma das massas invisíveis – talvez a mais importante de todas….ela é a única que, a despeito da sua invisibilidade, parece natural a nós, homens de hoje: trata-se da massa dos descendentes. Até duas, talvez três gerações, o homem logra ainda abarcá-la com os olhos; depois disso, porém, ela pertence ao futuro.”
Elias Canetti

Ofereço esse poema pra linda família da Mimi Tortorella, Fernando Vasques e Cecília, que hoje completa um ano de vida e alegria.
Muitas bençãos pra vocês que são do meu coração.

” As asas dos gafanhotos
dizem: Aperta, aperta!
Oh, que teus filhos e netos
Formem um exército inumerável!
As asas dos gafanhotos
dizem: Ata, ata!
Oh, que teus filhos e netos
Sucedam-se numa linha infinda!
As asas dos gafanhotos
dizem: Una, una!
Oh, que teus filhos e netos
sejam para sempre um!”
Shi-King, clássico do cancioneiro chinês.

Os três desejos bons para a descendência, representada pela nuvem de gafanhotos, imensa, volumosa, e não vista como predadora e sim como símbolo de força.
Muito lindo.

Uma coisa que sempre me surpreende é a sincronicidade com que os assuntos, pensamentos e leituras vão se amarrando.
Vem de maneira natural e eu bem que gosto muito disso.

Finda a manhã.
Foi bem prazerosa.
Rotinas feitas, retornos marcados, providências pro seguro viagem…

Chove e chove.
O céu está branco e o quintal em festa.

“Hai-Kai de Outono
Uma borboleta amarela?
Ou uma folha seca
Que se desprendeu e não quis pousar?”
Mario Quintana


Ahhhhhhh, eses dias de recolhimento!
Meu desejo de nadar está aqui, pulsando de esperança pelo fim da fase emergencial, previsto pro dia 11.
Esperançar.

” O Outono lembra que tudo passa e que, por isso, é fundamental aproveitar o tempo.”
Leonardo Karnal

O céu abriu.

Arroz, feijão com pernil, omelete com couve, tomates e queijo.
Suco de laranja com acerolas.
Ovo de Páscoa.
Começando a segunda metade, de paçoca. A de maracujá já devorei.
Que delícia!


Cazuza teria completado 63 anos no dia 04.
Vou compartilhar um texto que a amiga Rosana Bicudo trouxe da página dele no Facebook. Infelizmente não temos o autor.

“Ele nadava contra a corrente, pedia para o Brasil mostrar a sua cara e dizia que não podia fazer mal nenhum a não ser a ele mesmo.
O Garoto Sonhador que queria mudar o mundo, enfrentou o pai para se tornar um astro do Rock Nacional e deixar seu nome entre os grandes compositores da Música Popular Brasileira.
Cazuza amou a liberdade exageradamente, não teve medo de inventar amores e maneiras de amar.
Ariano, mostrava suas garras desafiando a burguesia e os costumes de uma sociedade preconceituosa e engessada.
Ele dizia segredos de liquidificador e transformava o tédio em melodia.
Despido de preconceito e vestido da sua fé de azul e amarelo dizia que seu sangue era negro e branco.
Caju pediu piedade para toda a gente careta e covarde porque fazia parte do seu show.
Esse carioca não tinha medo e nem frescura…Causou alvoroço quando se declarou bissexual e soropositivo.
Ele viu a cara da morte e ela estava viva.
Não perdoou o chato e declarou guerra aos que lhe fingiam amor.
Foi à luta como um Android sem par se sentindo o maior abandonado.
Mesmo com um futuro duvidoso, cheio de grana e dor ele acreditava que o melhor ainda estava por vir.
Pensava que só as mães eram felizes…
Então prendia o choro e aguava o bom do amor, porque a vida era louca e seria breve.
O mundo era um moinho, mas ele seguiu em frente, pois adorava as curvas da estrada: nela não havia solidão.
Estava pronto para ir, pedia proteção aos deuses, mas não queria ir….
No seu legado deixou a sua intensidade e criatividade como marca registrada.
Agenor de Miranda Araújo Neto, disparou contra o sol mesmo quando suas idéias não correspondiam aos fatos.
Ouso parafrasear Álvares de Azevedo e digo que Cazuza ” FOI POETA, SONHOU E AMOU NA VIDA” para ascender tão precocemente e deixar um mar de saudade partindo num trem para as estrelas.
O  poeta está vivo!”

Para reflexão.
“Uma árvore em flor fica despida no outono. A beleza transforma-se em feiura, a juventude em velhice e o erro em virtude. Nada fica sempre igual e nada existe realmente. Portanto, as aparências e o vazio existem simultaneamente.”
Dalai Lama

Resistir ao murmurar, gratidão!

Seguimos